Escolha uma Página

A Brigada de Infantaria Leve (Caçapava-SP) comemorou ontem 90 anos, no dia em que foi recuperado o último fuzil dos sete que foram roubados do 12º BIL.
Nos 90 anos de história, o destaque foi a atuação dos militares na Segunda Guerra Mundial.
Hoje, a Brigada é uma tropa de ação rápida do Exército, que já autou na Força de Paz no Haiti e na segurança ao Papa Bento XVI, em 2007.
Nesta quinta-feira (18) foi recuperado o último dos sete fuzis roubados de dentro do quartel em março. O fuzil estava enrolado em um lençol, dentro de uma valeta, às margens da Rodovia Carvalho Pinto, no trecho que corta São José dos Campos. Ele foi recuperado após a prisão de um suspeito conhecido como Juninho, que estava escondido na capital. Segundo a polícia, ele teria apontado onde estaria a arma.
“Evidentemente, no local onde aconteceu a ação, algumas questões de segurança foram reavaliadas. No geral nós nos consideramos seguros e as medidas tomadas foram pontuais”, disse o general Araújo Lima,comandante da Brigada Aeromóvel.
Um suspeito, conhecido pelo apelido de “Mexirica”, ainda está sendo procurado pela equipe de investigação.
Leia mais.

VNews

NOTÍCIAS RELACIONADAS

POLÍCIA ENCONTRA ÚLTIMO FUZIL ROUBADO EM CAÇAPAVA

POLÍCIA PRENDE OITAVO SUSPEITO DO ROUBO DOS FUZIS EM CAÇAPAVA

OPERAÇÃO RECUPERA MUNIÇÃO ROUBADA DE QUARTEL DO EXÉRCITO EM CAÇAPAVA PRESO NO PARANÁ O PROVÁVEL MENTOR DO ROUBO DOS FUZIS EM CAÇAPAVA

DEPOIMENTOS INDICAM PARTICIPAÇÃO DE MILITAR

DOIS SUSPEITOS CONTINUAM FORAGIDOS

EXÉRCITO PRENDE CABO SUSPEITO DO ROUBO DE FUZIS EM CAÇAPAVA

Skip to content