Escolha uma Página

Três militares do 62º Batalhão de Infantaria foram presos na tarde desta quinta-feira suspeitos de roubarem um carro em Joinville.
Dois deles foram flagrados pela Polícia Militar depois de baterem com um Citroen Xsara Picasso em um poste. Após o acidente, a dupla fugiu, mas a polícia descobriu que o carro havia sido roubado por três homens na noite de quarta-feira nas proximidades do batalhão do exército.
Mesmo em fuga, a polícia conseguiu prender dois militares perto de um ponto de ônibus. Rodrigo Albino da Silva, 20 anos, é cabo do exército e Cléverson Kath, 20, é soldado. Eles confessaram o assalto e o roubo do veículo.
Ainda na tarde de quinta-feira,ambos tiveram a prisão preventiva decretada. Um terceiro integrante do grupo só foi identificado na delegacia. Com a chegada de dois oficiais do Exército, que iriam acompanhar a prisão dos militares, o motorista, Cabo Fabiano Barboza, foi reconhecido pela vítima por também ter participado do assalto. Ele teria se oferecido voluntariamente para acompanhar os oficiais. O Cabo Fabianao também está com prisão preventiva decretada,mas ainda não foi preso pela polícia, mas oficiais do Exército estão tentando localizá-lo. Rodrigo da Silva e Cléverson Kath estão detidos no 62º BI em Joinville.
O oficial de comunicação social do batalhão, capitão Cruz, disse que nesta sexta-feira deve divulgar uma nota oficial sobre o caso. Segundo ele, os militares são apenas suspeitos de praticarem o crime.
Leia mais.
A NOTÍCIA

Skip to content