Projeto cria carreira civil para o Ministério da Defesa

Militares em frente ao Ministério da Defesa, em Brasília, em foto de maio de 2017
Mario Tama/Getty Images)

Segundo a ministra Esther Dweck, ideia é que funcionário possa atuar também em outros ministérios
Jéssica Sant’Ana, Valor

Brasília –  A ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, prometeu apresentar em julho um projeto de lei que criará uma carreira civil para atuar no Ministério da Defesa.
Em entrevista à CNN Brasil apresentada neste sábado, ela disse que a minuta do projeto está “mais ou menos pronta”. A ideia é que a carreira seja transversal, podendo atuar também em outros ministérios com função correlata.
Segundo Dweck, a demanda veio do próprio ministério, com o apoio das Forças Armadas, porque os militares argumentam que “perdem” funcionários na linha de frente ao disponibilizar nomes para atuar nas áreas administrativas do ministério.
“Estamos terminando que áreas poderiam ser [a carreira] para poder apresentar o projeto. Temos pouco tempo, mas estamos trabalhando com a data de julho para apresentar o projeto de lei”, disse a ministra, reforçando que a carreira exigirá nível superior.

VALOR – Edição: Montedo.com

17 respostas

  1. Será que estes civis, ao ocuparem postos no ministério da Defesa após concurso, também ficarão Anos sem reajuste salarial, a exemplo dos militares das três forças armadas Atualmente?
    Só lembrando que neste ano, ficou já acordado na mesa permanente de negociação do governo federal, um reajuste para a maioria das categorias do funcionalismo civil, um reajuste de 9% para 2025 e 5% para 2026.
    Os militares aguardam o anúncio de seu índice, antes que feche a porta para inclusão no orçamento do próximo ano.

  2. Será que estes Concursados do ministério da defesa também ficarão anos sem reajuste, enquanto o restante do funcionalismo civil da União, conforme o acordado na mesa permanente de negociação do governo federal estará recebendo um reajuste médio de 9% Em 2925 e 5% Em 2026.
    O Prazo Para Incluir um reajuste para as forças armadas, ainda no orçamento do próximo ano está se esgotando.
    Será Revanchismo Por Sermos Militares?

  3. Militares Qualificados Estão Abandonando A Carreira Militar Por Causa De Baixos Salários, Longos Intertícios Para Promoção, Os Que Ficarem Vão Ver Civis Ganhando Muito Mais Do Que Eles, Porque Não serão Submetidos Ao Sistema De Proteção Social Dos militares. Vão ganhar FGTS, não vão entrar em escala de serviço, se ficarem até mais tarde vão ter hora extra…!

  4. Tá certo. Inclusive todos os oficiais generais devem prestar continência para eles e Servir café também. Quando tiver reajuste, este deverá só para eles. Otário é o militar que dá o sangue para uma instituição que o trata como vagabundo e golpista.

  5. Na realidade, verão que não precisarão de generais e dos quartéis-generais para as áreas administrativas. Todos os militares poderão ficar nas áreas operacionais para as quais foram formados, utilizando os recursos da União. As áreas administrativas serão ocupadas por civis, que não necessitam de conhecimento operacional para lidar com papéis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo