Após “bombardeio” norte-coreano de lixo e fezes, Coreia do Sul realiza exercício militar com EUA

Bombardeiro B-52H da Força Aérea dos EUA em Cheongju, na Coreia do Sul. 19/10/2023 (SeongJoon Cho/Getty Images)

Ação ocorre depois de Pyongyang lançar centenas de balões com fezes e lixo através da fronteira sul-coreana

A Força Aérea dos Estados Unidos realizou uma missão de treinamento nesta quarta-feira, 5, sobrevoando a Península da Coreia com um bombardeiro estratégico B-1 ao lado de caças sul-coreanos e americanos.

O exercício militar marcou a primeira vez em sete anos que uma arma JDAM (Joint Direct Attack Munition) foi lançada em torno da península. O equipamento converte bombas de queda livre não guiadas (e, portanto, sem precisão) em armas “inteligentes” de alta precisão, incluindo a ogiva penetradora BLU-109. Além disso, os projéteis disparados pela JDAM têm capacidade de atingir e destruir alvos subterrâneos, segundo a Força Aérea dos Estados Unidos.

Os caças F-15K sul-coreanos realizaram disparos com munição real durante o treinamento ao lado de jatos Stealth F-35 e F-16 americanos e do bombardeiro B-1. O local dos exercícios não foi especificado pelo ministério local.

Segundo a agência de notícias Reuters, os fuzileiros navais da Coreia do Sul estão planejando um outro exercício militar com a artilharia K-9 em ilhas próximas à fronteira marítima com a Coreia do Norte.

Tensões entre Norte e Sul
O exercício militar acontece um dia após a Coreia do Sul anunciar que vai suspender o pacto militar firmado em 2018 com a sua vizinha do Norte, que visava prevenir confrontos e amenizar as tensões entre os vizinhos. Isso depois de Pyongyang lançar centenas de balões com fezes e lixo através da fronteira sul-coreana.

No ano passado, a Coreia do Norte afirmou que não estava mais “vinculada ao Acordo Militar Norte-Sul” e enviou soldados e armas para a fronteira entre os países. O cancelamento desse pacto permite que Seul conduza treinamentos militares na fronteira e tome “medidas suficientes e imediatas” contra Pyongyang.

Os militares sul-coreanos e norte-americanos intensificaram seus exercícios como uma forma de demonstrar força em resposta aos recentes testes de armas da Coreia do Norte, incluindo os testes de mísseis balísticos e armas tácticas.

vejaEdição: Montedo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo