Comandante do Exército retorna ao RS nesta segunda-feira

O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, ao lado do novo comandante do Exército, general Tomás Paiva
Wilton Junior/Estadão Conteúdo

General Tomás acompanha o ministro Múcio e permanece no estado até quarta-feira

O Comandante do Exército, General Tomás Miguel Ribeiro Paiva, desembarca nesta segunda-feira em Porto Alegre para acompanhar de perto a atuação da Força Terrestre na Operação Taquari 2. O Comandante visitará, ao lado do Ministro da Defesa, José Múcio, o hospital de Campanha do Exército, instalado em São Leopoldo, e a Planta Argentina para Purificação de Água, em Canoas.

Já na terça-feira, o General Tomás percorrerá o Vale do Taquari, em Estrela, Lajeado e Arroio do Meio, além de Santa Maria, na região Central, acompanhando a atuação da tropa na reconexão do estado por meio de diversas ações, como lançamento de pontes móveis, instalação de passadeiras, desobstrução e limpeza de vias.

O General Tomás também acompanhará o lançamento aéreo de alimentos e donativos. Na quarta-feira, seguirá durante a manhã para Pelotas e Rio Grande, e retorna à tarde para Brasília. O General já esteve no RS outras vezes, como na primeira visita do presidente Lula no dia 2 de maio, para acompanhar as ações de atendimento das vítimas das enchentes e participar de reuniões estratégicas.

CORREIO DO POVO – Edição: Montedo.com

11 respostas

  1. Excelente Exemplo do Cmt Do Exercito. Estar presente no local da tragédia é a demonstração maior de quem realmente se preocupa com sua tropa e com os atingidos por essa catástrofe.

    1. Se não vai “as vivúvas de 8 jan reclamam”, se vai é diária. Mas pra quem ia pra frente dos quartéis pedir golpe…está até melhorando

  2. O “pé-de-meia” da Reserva está bem polpudo. Sem contar aqueles quase
    700 mil reais em indenizações por férias não gozadas.

    Brasil, varonil!!

  3. Gratidão pelo apoio , pelo planejamento e pelo trabalho que o Exército Brasileiro está efetuando com muita responsabilidade no RS. Obrigado Comandante !

    1. Passada essa tragédia..o CMT deve retomar as negociações para a recomposição nos soldos. Estamos sem reposição desde 2016!
      É justo que tenhamos pelo menos a reposição da inflação Projetada para este governo.
      Essa foi a promessa feita de “todos teriam pelo menos a reposição da inflação”!!!!
      Os funcionários civis estão fechando seus acordos para reajustes em 2025 e 2026!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo