Vídeo é tirado de contexto para satirizar atuação do Exército no Sul

fake-news-boato-noticia-falsa-ilustrativa-indoor-1501699041256_615x300

Homem que aparece dançando em post não é da corporação e gravação usada na publicação é antiga

“Comovente, emocionante e digno de aplausos o trabalho que nossos heróis do Exército tem (sic) feito nos abrigos para entreter os refugiados climáticos.” Um post no X com essa legenda e vídeo de um homem com roupa camuflada dançando em frente à bandeira do Brasil satiriza a atuação das Forças Armadas no Sul, mas a gravação não é de membro do Exército. Nem foi filmada agora, durante a tragédia que a região enfrenta. O mesmo vídeo circula pelo menos desde dezembro de 2022 no TikTok.

Internautas acreditaram no conteúdo enganoso. “Eu já fui militar da Aeronáutica, já trabalhei em muitas missões importantes. E hoje eu vejo todos esses vídeos, me dá uma tristeza tão grande, no meu tempo não era assim”, comentou uma pessoa. “Isso não é postura de um comandante de Força Armada”, escreveu outra.

Quem aparece nas imagens é o dançarino Giovanny Taborda, conhecido nas redes sociais como Jhonny Costa. Ele disse à Folha ter servido a Polícia do Exército de 2004 a 2012 e não fazer mais parte da corporação. Taborda confirmou que a gravação usada no post verificado aqui é antiga e foi feita em um campo de jogo de airsoft em Curitiba.

“Para tirar sarro, ridicularizar os batalhões, usam os meus vídeos de comédia”, afirmou. “Na época da troca de presidentes [em 2022], que o pessoal foi para a frente dos batalhões do Exército, usavam meus vídeos para dizer: ‘enquanto o povo pede intervenção militar, olha como está o Exército’. Eles tentam de todas as formas ridicularizar.”

A reportagem tentou contato com o autor do post, mas não houve retorno até a publicação desse texto.

Folha já verificou outros conteúdos relacionados à tragédia no Rio Grande do Sul, como a exigência de habilitação para voluntários dirigindo embarcações e nota fiscal de doações, a denúncia de comidas vencidas entregues e a entrega de purificadores de água.

FOLHA

14 respostas

  1. Eu li em um comentário do Post que é difícil colocar na cabeça desse povo de verificar coisas mentirosas antes de postar, pois são velhos militares, pensionistas e dependentes, neste último, tendo objetivos escusos em suas redes. Ressalte-se que alguns de seu meio social. Contudo, podemos verificar que até comentaristas por aqui, comentando inverdades tentando macular a imagem das Forças, numa verdadeira força-tarefa para achincalhar tanto as FA/FFAA quanto os seus componentes, não quero crer que são militares de carreira ou alguém que tenha ido a pouco tempo para inatividade. Isso comprova que existe uma rede coordenada para disseminar inverdades, inclusive aqui neste blog. Militares devem seguir a Constituição, as leis e regulamentos, bem como tem o dever da ética cujos princípios estão no Estatuto Militar e quem assim não o faz não pode ostentar o termo militar, seja como ativo ou inativo ou Ref. e sugiro mudar de ofício. Não é porquê não gosto de algum oficial A ou B que irei macular a instituição. Tenham decência ao menos.

    1. Fala de Lula sobre Forças Armadas é “covardia”, diz ex-GSI…

      Se o chefe supremo diz que não confia nas suas forcas Armadas, vamos esperar o quê dos demaís cidadãos?

    2. Sim é só ver as Fakes já tinham antes,mas com todo o respeito ela se espalhou no governo Bolsonaro onde deve gente da direita e com um gabinete dentro de Brasília onde para atingir qualquer pessoa que não concordasse quem estava no poder do Planalto a turma dos Bolsonaristas soltavam a maior fake contra e em equipe e até com robôs. Isso não quer dizer que a esquerda não solta Fakes. Mas os campeões foram a turma do Bolsonaro e ainda criaram o ódio um com outro da família militar assim como pessoas da própria família.

  2. Militares russos, cubanos, venezuelanos, nicaraguenses, chineses, brasileiros, panamenhos, bolivianos, argentinos e outros países mais devem seguir a Constituição, as leis e regulamentos, seja lá o que for definido para seguirem.

  3. A Suprema Corte do estado de Nova York ordenou que todos os funcionários da cidade de Nova York que foram demitidos por não terem sido vacinados fossem reintegrados com salários atrasados.

    O tribunal concluiu na segunda-feira que “ser vacinado não impede que um indivíduo contraia ou transmita COVID-19”. O prefeito da cidade de Nova York, Eric Adams, afirmou no início deste ano que sua administração não iria recontratar funcionários que tivessem sido demitidos devido ao seu estado de vacinação.

    Nova York demitiu cerca de 1.700 funcionários por não terem sido vacinados no início deste ano, depois que a cidade adotou um mandato de vacinação sob o ex-prefeito Bill de Blasio.

  4. Não posso considerar nem um Peão no jogo de tabuleiro que seria um elogio, instituições são muito maiores que seus elementos, mas você, por falta de conhecimento, Não esta preparado para isso! Continue sendo manipulado.

  5. Esqueci de citar os narcooentecistais que também trocaram o Deus verdadeiro pelo falso Messias, o espalhador de fake news, autor intelectual do GABINETE DO ODIO!

    1. Tiraram Meu Comentário Somente Porque Você Elogiou Logo Abaixo, E Não Descumpri Nada E Nao Atentei Contra Ninguém, Vai Saber. Bem que falou.

  6. Com a rede social hoje fica difícil dizer de que lado vem as ditas informações falsas, se da direita raivosa ou da esquerda fazendo o que chamamos de aproveitamento do êxito.

  7. Diferentemente do que ocorreu no governo anterior, a imprensa está querendo “proteger” a imagem das Forças Armadas porque elas são um “serviço público” sob o comando do Lula.

    Agora pegam óbvias informações falsas e vídeos falsos, que sempre foram divulgados No Passado – mas não estavam o radar da imprensa – dando a entender que são a maioria, e com isso tentando descredibilizar as informações verdadeiras divulgadas pela população local no RS a respeito da desproporcional atuação das FA em relação aos civis voluntários, em face da grande dimensão da tragédia.

    No governo anterior a imprensa nunca esteve preocupada em conferir “fake news” relativas às FA. a grande imprensa sempre cagou e andou para as FA, então desconfiem da “preocupação” que a imprensa está demonstrando no momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo