Recordista brasileiro de lançamento de dardo, amazonense ingressa na Aeronáutica

Sargento Pedro Nunes - recordista brasileiro de dardo - (Foto: reprodução/redes sociais)

Amazonense Pedro Nunes entra no time de atletas de alto rendimento da FAB em preparação às Olimpíadas de Paris
Neuton Corrêa, do BNC Amazonas

O amazonense Pedro Nunes, de 24 anos, recordista brasileiro de lançamento de dardo (83,89 metros), campeão sul-americano da modalidade, agora é militar.

Ele ingressou na semana passada na Força Aérea Brasileira (FAB), para entrar no programa Atletas de Alto Rendimento.

O programa existe desde 2008. A ideia é reunir e estimular a participação de atletas brasileiros em competições de alto nível, representando as Forças Armadas do Brasil.

No caso de Nunes, que já chega à Aeronáutica como sargento, o foco é incentivá-lo a participar neste ano das Olimpíadas de Paris.

Ele já está pré-selecionado a participar da equipe olímpica brasileira, mas ainda precisa da classificação. No caso dele, porém, é apenas cumprimento de formalidade.

Nunes está entre os 15 melhores atletas do dardo no mundo. No ano passado, ele foi prata nos Jogos Pan-Americanos do Chile.

Nessa competição, contudo, sua marca foi abaixo do recorde que obteve no mesmo ano, quando, em julho, conquistou ouro e quebrou recorde no Troféu Brasil de Atletismo.

Trajetória
Ainda adolescente, Nunes já era visto com potencial para o lançamento do dardo. Aos 13 anos, ao deixar Parintins para participar dos Jogos Escolares do Amazonas (Jeas), ele já era talento fora da curva.

Esperança
Agora, a cinco meses das Olimpíadas de Paris, ele é esperança de medalha da delegação brasileira.

Além disso, o parintinense, por ser muito jovem, poderá participar de pelo menos dois jogos olímpicos.

Foto: reprodução/redes sociais

BNC – Edição: Montedo.com

4 respostas

    1. De paises ricos ne?
      Tu quer comparar nosso pib com o pib dos eua?

      Tu quer comparar nosso exercito de formaturas com o exercito de combate dos eua?

      Amigo FFAA nao serve para ganhar medalha nao!!!!! Serve para ganhar GUERRA!

      Somos POBRES! Entendeu?
      Compara com as FFAA da guatemala irmao. Lá eles fazem faxina e formatura tb, e o povo é pobreeeee

      Somos pobresssss

      Nao esta na constituicao que temos que ganhar medalhas! Você está perdido, esqueceu para que servem as ffaa. Isso é o que da 3 TAFs e Um TAT por ano kkkkk

  1. Mais um tapa na cara para os “donos” das forças armadas (os carreiristas) que tanto reclamam dos militares do EBST ou CPOR os quais tiram serviços e trabalham para receber, já estes “atletas” que entraram pelas portas dos fundos só vestem a farda e sem tirar 1 serviço sequer já recebem seus ordenados e outras bolsas que tem direito.
    por que estes atletas não buscam patrocínio pra irem as olimpíadas? precisam estar fardados?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo