Operação Roraima: comboio leva Esquadrão de Cavalaria de MS para o Norte do país

Exército Brasileiro

Ação faz parte de atividades de concentração estratégica das Forças de Prontidão

Mirian Machado
Campo Grande – O CMO (Comando Militar do Oeste) iniciou a terceira fase da Operação Roraima com o deslocamento de um Esquadrão de Cavalaria Mecanizado de Mato Grosso do Sul e seu respectivo módulo logístico para a região Norte do país.

O deslocamento iniciou no sábado (13) com destino a Boa Vista, em Roraima.

A ação faz parte de uma atividade enquadrada de exercício de concentração estratégica das Forças de Prontidão, a Operação Roraima, além de fazer parte também do plano de reestruturação da 1ª Brigada de Infantaria de Selva e consequente criação do 18º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Boa Vista.

Segundo o CMO, todas as atividades seguem um cronograma já estabelecido pelo Exército Brasileiro e têm por finalidade a defesa da Pátria, especialmente na região da fronteira.

São 101 viaturas e mais de 200 militares deslocados sob o controle do 18º Batalhão de Transporte, do 9º Grupamento Logístico. Esta é a terceira, de quatro fases da operação.

A primeira etapa, chamada de ‘Concentração Inicial de Meios’, aconteceu no 20º Regimento de Cavalaria Blindado, em Campo Grande, sendo sucedida pelo Apronto Operacional, realizado na última sexta-feira (12).

Operação Roraima em detalhes
O comboio de 89 viaturas em deslocamento para a cidade de Boa Vista é composto por 28 blindados, sendo 14 Guaicurus, 08 Guaranis e 06 Cascavéis, além de outras viaturas operacionais, de apoio e de escolta. No total, o comboio percorrerá cerca de 2.500 km terrestres e um trecho fluvial de mais de 1200 km, passando pelos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Amazonas e finalizando em Roraima.

midiamax

15 respostas

  1. Importante essa missão de apoio a uma Região em conflito entre Países fronteiriços. parabéns pela atitude em defesa da Nação brasileira.

    1. É …o que intimidaria a Venezuela são os AVTM – 300 é seus lançadores. Porem se defesas anti aéreas só se tornam alvos de valor p/ o S-300.

    2. Tem uma péssima.
      Uma péssima.
      Falta preparação, falta projetos, falta td nas FFAA.
      Esses comandantes só pensa no bolso deles.
      Gasta td com salário.
      Sobra só 5%para investimento e por isso que o Exército nem um tanque descente tem…

  2. Em tempo de paz é tranquilo deslocar tropas. Num cenário real, reunir homens e equipamentos sem defesa antiaérea e/ou dominio do espaço aéreo, é muito arriscado .
    O que falta para as FFAA investirem em baterias de longo alcance? Os F39 são suficientes? Não precisam responder.

    1. Concordo em parte. Porém nossos dirigentes das FFAA deveriam manter nosso território mais protegidos mesmo em tempos de pás. Deveriam das ênfase em construção de bases aéreas no lado Oeste de nosso país, pois é ali que mantém os países fronteiriços. Que que adianta deslocar unidades do MS deixando a região desprotegida. Bora tratar o Brasil como uma Suíça que sempre está preparada pra defender o território e nunca entrou em conflitos.

    2. A FFAA é muito fraca esses comandantes são muitos fracos dinheiro que eles pega é tudo investido em salário praticamente mais de 85% é o investido em salário.
      O país não tem um blindado que presta o país tem meia dúzia de caça razoável o país tem quatro fragatas o país não tem dois três mísseis aí que pode fazer dissuasão de uma nação inimiga.
      Todo dinheiro que eles pegam investe lá fora as indústrias de defesa do Brasil foi deixada a ermo isso tudo é uma política que os militares vem fazendo ao longo do tempo os militares no Brasil são muito fracos são muito ruins eles gastam tudo com salário e benefício eles não têm uma preocupação com a defesa do país é como um amigo aí falou manipular tropa em épocas de paz é muito fácil onde já se viu Roraima divisa com a Venezuela não tem uma base decente militar não tem uns 10 helicópteros lá não tem tanque levaram para lá 10 12 Guaicurus 10 Iveco Guarani meia dúzia de Cascavel Rapaz isso daí para quem não para ninguém não

  3. Quando irão batalhões de SP, RJ, RS,mG .
    Roraima e Amapá precisam proteger o Brasil e não a Praia vermelha no Rio……..

    Lugar de futura invasão ao Brasil, será no Amapá/pará e Roraima

  4. A preocupação da maioria dos políticos brasileiros, principalmente os comunistas caviar, não é com o cunho nacionalista, e sim com o própio Bolso. se preocupam em criar Ministérios sem serventia nenhuma como o da cultura, como benesses anti constitucionais como lei Rouanet, que é um senhor assalto a nossos cofres públicos. Estão saqueando o Brasil com leis com do auxílio – Reclusão, como inutilidade para justificar seus roubos e nós ficamos a ver chupando dedo, essas sacanagens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo