FAB traz novo grupo de repatriados de Gaza

Avião da FAB com refugiados

KC-30 pousou em Brasília às 3h47 com 48 pessoas a bordo
Pedro Rafael Vilela – (Imagens: Antônio Cruz/AB)

Brasília – Mais um grupo de brasileiros repatriados da Faixa de Gaza chegou ao Brasil na madrugada desta segunda-feira (11). A aeronave KC-30, da Força Aérea Brasileira (FAB), decolou do Cairo, capital do Egito, às 19h03 (hora local) de domingo (10) e pousou às 3h47 na Base Aérea de Brasília, onde o grupo foi recebido por autoridades brasileiras. Foram cerca de 15 horas de voo.

O grupo é formado por 48 pessoas, sendo 11 com dupla cidadania (Brasil-Palestina) e 37 palestinos, parentes de cidadãos brasileiros. São 27 crianças e adolescentes, 17 mulheres, incluindo duas idosas, e quatro homens adultos. Uma jovem de 22 anos que já estava no Egito se juntou aos resgatados de Gaza e embarcou neste mesmo voo. Ela é filha de uma das integrantes do grupo de repatriados em Gaza.

No último sábado (9), eles receberam autorização para cruzar a fronteira de Rafah, no sul de Gaza, em direção ao Egito, de onde seguiram de ônibus até o Cairo. Na capital egípcia, foram recebidos por diplomatas brasileiros na capital do país e embarcaram para o Brasil.

Segundo o Itamaraty, da lista de 102 pessoas enviada pelo Brasil às autoridades israelenses, 24 não tiveram autorização para cruzar a fronteira, incluindo sete palestino-brasileiros. A maioria dos barrados é de homens. O governo brasileiro não soube informar o motivo de eles terem sido impedidos, por Israel, de atravessar a fronteira. No momento, segundo o Palácio do Planalto, não há previsão de novo voo de repatriação.

“Em um primeiro momento, eles ficarão de dois a três dias em Brasília. A primeira etapa é do apoio psicológico, de imunização, de estabelecer contato com familiares e parentes e a questão da documentação. Alguns vão para as casas de familiares e amigos. Os que estiverem sem referência serão abrigados no Sistema de Assistência Social em instituições em que tenham todo o apoio de acolhimento e alimentação. Um suporte para reconstituírem a trajetória, já que vêm de situação bastante complexa”, afirmou o secretário nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), André Quintão.

Uma das repatriadas que desembarcou em Brasília é Yasmeen Rabee, irmã de Hasan Rabee, que veio antes com a esposa e os filhos em outro voo que trouxe brasileiros de Gaza.

Brasília – Yasmeen Rabee conversa com jornalistas após pouso do avião KC-3 – Foto Antonio Cruz/Agência Brasil

“Bombardearam nossa casa, ficamos sem comida e sem um lugar fixo para morar”, disse Yasmenn, que veio agora com a mãe. Perguntada sobre a situação em Gaza, a principal zona de ataques, ela se emocionou. “A situação é terrível, você dorme sem saber se vai acordar. Perdi muitos amigos, minha tia e os filhos dela”, relatou.

No dia 13 de novembro, após dias de tensão e negociação, os primeiros 32 brasileiros resgatados de Gaza desembarcaram no país, ocasião em que foram recebidos pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília.

Voltando em paz
Desde o início da guerra entre Israel e o Hamas, em outubro, o governo brasileiro já retirou 1.524 brasileiros e palestino-brasileiros da Faixa de Gaza e de cidades israelenses, incluindo 53 animais domésticos. No total, a FAB já realizou 11 voos de repatriação por meio da Operação Voltando em Paz.

Edição: Graça Adjuto

Agência Brasil – Edição: Montedo.com

8 respostas

  1. Parabéns Força Aérea Brasileira pelo excelente trabalho realizado!!
    Parabéns PR Bolsonaro por ter comprado os dois aviões de grande porte que estão possibilitando o cumprimento da missão!!

    Lembrando…Lula deixou a FAB mais de 10 anos sem meios de grande porte com a aposentadoria dos Sucatões!!

  2. Esse pessoal gosta de passar pano no Bolsonaro mas a hora dele vão chegar a única coisa que ele fez foi dividir o pessoal através da lei 13.954. E como gente é cega o Bolsonaro não investiu nem um centavo em comprar aviões ou viaturas . A verdade tem que ser dita e foi nos governos do PT que a forças armadas tiverem sempre maior investimento e além de valorizar todos iguais. A frase do dia para o Bolsonaristas passadores de pano. O pior cego não é que não enxerga e sim o enxerga e está tudo na frente do olhos,nariz, mas se recusa a enxergar a verdade. Nada melhor que um dia após o outro. O tempo é o senhor absoluto da razão

    1. Tá… e daí espertalhão…o teu painho fez o que nos 16 anos de governo do PT, fez o quê???

      A…me lembrei….”dava migalhas” enquanto os civis encheram os bolsos de Reajustes e Reestruturações.

      Lula não está nem aí com a Caserna!!!

      …..a cada dia mais pessoas estão “abrindo os olhos” e enxergando o quanto Lula e o PT odeiam os militares!

    2. e foi também no governo do PT que o Brasil foi mais roubado e sucateado pelo desgoverno do PT, ou você já esqueceu o mensalão o petrolão e outros mais.

  3. Pode ter dado migalhas e o Bolsonaro que tirou o dinheiro de quem ganha menos e enfiou no próprio bolso como capitão da reserva. E não serviu 30 anos. Mas pegou todss.a vantagens. E o pai lula já foi feito a conta e como teu aumento em cima de aumento e mesmo parcelado foi o único que pagou toda a inflação e não são 16 anos e sim 14 anos. O seu falso Messias em breve vai pagar todo o mal que cometeu e o Lula não fugiu do país este livre e vai no Google pesquisa porque ele foi inocentado em 26 processos. O Bolsonaro não vai conseguir provar nada de inocente e fora o golpe que quiz dar a graças a uns Generais que não concordam não conseguiu e fora as jóias roubadas. Fora que o Ibama aplicou multa+ de 22 bilhões e a Ricardo Salles com o Bolsonaro e a turma dele derem um jeito,mas agora foi desarquivado e o pessoal vai te que pagar a muita e por culpa de quem??? Bolsonaro o falso Messias o espalhador de fakes, ódio e pior de tudo usa DEUS em vão adeus Bolsonaro nunca e nunca +. Já foi tarde. Só resta em breve o homem querer fugir do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo