A PEC da Oposição para reconquistar as Forças Armadas

Forças-Armadas

Senador Portinho (PL) apresenta proposta de garantir no orçamento federal o equivalente a 2% do PIB para Defesa um dia depois de comandante da Marinha defender a medida

Roseann Kennedy

O líder do PL no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), registrou nesta terça (31) no Senado uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para direcionar o equivalente a 2% do Produto Interno Bruto (PIB) no orçamento federal para os gastos com a Defesa Nacional. A proposta contou com a assinatura de 30 senadores – dez deles do PL –, três a mais do que o mínimo necessário para a proposta.

O senador carlos Portinho, em discurso no Senadonho (PL-RJ). Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Pela proposta, o União teria de aumentar paulatinamente em 01% por ano os recursos destinados à Defesa, começando de um patamar de 1,2 % do PIB até atingir os 2%. Também ficaria obrigada a destinar 35% desses recursos para os projetos estratégicos da defesa, ”priorizando a consolidação da base Industrial da Defesa”.

Portinho afirmou: “Nossas Forças não podem ser sucateadas. Precisamos de investimentos para defesa da soberania, atendimento às calamidades públicas, combate a crimes, entre outros pontos, mas quero destacar uma indústria promovida pela Aeronáutica, Exército e Marinha. As três Forças são fundamentais no progresso científico, na pesquisa, na capacitação tecnológica e na inovação.”

Entre as assinaturas colhidas por Portinho estão Flávio Bolsonaro (RJ), Hamilton Mourão (RS), Damares Alves (DF), Jorge Seif (SC) e o astronauta Marcos Pontes (SP). A proposta é quase idêntica à defendida na segunda-feira pelo comandante da marinha, o almirante Marcos Sampaio Olsen, em entrevista ao Estadão.

O almirante disse que o Brasil provisionou, em 2023, o correspondente a 1,1% para a Defesa, enquanto países de características econômicas semelhantes seguem avançando, como a Índia, com 2,4%, a Colômbia com 3% e o Chile com 1,8%. E lembrou a recomendação da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que estabelece 2% do PIB como um patamar mínimo para a área em razão do contexto internacional atual. “Estudar possibilidades para elevar gradualmente o orçamento da Defesa é, portanto, imperativo para que as Forças Armadas atinjam a capacidade operacional plena.”

ESTADÃO

13 respostas

  1. Enquanto isso…Lula cada vez sucateia mais os equipamentos das FFAA!!

    Não passamos vergonha na repatriação em Israel, pois Bolsonaro comprou os dois A330-200 usados na missão, enquanto, Lula deixou a FAB sem aviões deste porte por mais de 10 anos!!

    Funcionários civis estão reestruturando suas carreiras com ganhos de mais de 60% no salário e os militares, especialmente os Praças, estão na míngua….

    LULA…O PIOR PRESIDENTE DE TODOS OS TEMPOS!!!

    1. Você estava morando na Lua quando o seu minto, o Bozo, ferrou os praças graduados e as pensionistas de praças sancionando o PL1645 que virou a lei do mal 13.954/2019…vai se lascar, gado! kkkkkkkkkkkkk

    2. Uma Defesa desesperada do futuro presidiário e sua gang de vassalos Subversiva.

      Bolsonaro/ Mourão ( esse último fez…Campanha política) não fizeram absolutamente nada pelas FA senão para os Generais e arrastando-a para o esgoto fétido da política.

      Se durante quatro anos não colocou um parafuso nos quartéis e nenhum Centavo nos soldos, o silêncio dos Burros Amestrados era constrangedor.

      Está proposta só poderia ter vindo de quem não faz absolutamente nada em seus mandatos e só legislam em benefício dos seus próprio interesses. Quem não fez quando podia, quer agora se colocar como Patriotas Preocupados com as FA. Mentirosos!

  2. A triste realidade das forças armadas de hoje. e que virou militar temporário, entram e ver que e uma furada e logo pede pra sair, por vários motivos, salario defasado, escala apertada, 35 anos de ralação, e ai vai, mudar e preciso, acorda Brasil.

      1. Acredito que muitos comentários postados aqui no blog São de militantes civis de ambos os lados (esq e dir).
        O fato é que Lula em seus Mandatos nunca se Preocupou em propiciar melhoria nos soldos dos militares. Pelo contrário, se vangloriava em “dar migalhas” após humilhantes pedidos dos CMTs.

        Bolsonaro aprovou uma reestruturação torta que deixou de fora o pessoal da Lacuna e passou a taxar as pensionista o que já estava mais que na hora.
        Quanto aos QE, QESA….são carreiras em extinção…joga eles na fila de promoção e segue o jogo….já o pessoal da reserva deste seguimento…SORRY…

        Lula agindo assim somente jogará cada vez mais a Caserna no “colo” da direita radical e isso não será nada bom….

  3. Os políticos continuam manipulando as pessoas e agora esses senhores que estavam no poder ,nada fizeram e estão todos preocupados com a situação da forças armadas. Passaram quatro anos preocupados com a globo e o STF fazendo guerra sem sentido nenhum, o que deveriam ter feito naquela manifestação patriotas dos idiotas das barracas era tentar mudar o congresso nacional onde tudo acontece desde leis que beneficiam eles próprios, onde a corrupção nasce e se proliferam por todo o nosso país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo