Pacheco diz que Forças Armadas não são “árbitro” da política

Rodrigo Pacheco e presidente do STM (Divulgação STM)

O presidente do Congresso Nacional participou da sessão solene conjunta da Câmara e do Senado em comemoração aos 35 anos da Constituição

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta quinta-feira (5), que o texto da Constituição Federal não deu às Forças Armadas o papel de “árbitro político”. O mineiro participou da sessão solene conjunta da Câmara e do Senado em comemoração aos 35 anos da Constituição.

“[A Constituição] definiu e fortaleceu o papel das Forças Armadas, não como árbitro político, mas, sim, como braço relevante da defesa do Estado Democrático de Direito. Entre muitas outras medidas, todas elas fundamentais para que nunca de novo o autoritarismo político volte a governar o Brasil, para que nunca de novo deixemos os campos das democracias”, afirmou.

O Antagonista

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo