Governador do DF e comandante do Exército marcam reunião para discutir novo bairro

Agência Brasília

Lote com 4 milhões de m² deve abrigar, futuramente, novo bairro residencial planejado pelo GDF. Toda região pertence ao ExércitoIsadora Teixeira, Alan Rios
O governador Ibaneis Rocha (MDB) vai se reunir com o comandante do Exército, general Tomás Miguel Ribeiro Paiva, em uma agenda dessa quarta-feira (23/8), às 11h30. A pauta da reunião é o futuro bairro do Ferroviário, uma região que pertence às Forças Armadas, que já se comprometeram em doar ao Governo do Distrito Federal (GDF), para construção de um novo bairro residencial na capital.

Ibaneis e o general Tomás vão se encontrar no Quartel-General do Exército, no Setor Militar Urbano (SMU), área que já gerou embates entre o Executivo local e os militares, na época em que o governo tentava desmobilizar o acampamento bolsonarista no local.

O lote do bairro do Ferroviário tem 4 milhões de metros quadrados e o projeto da área residencial ainda deve ser submetido à aprovação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A área
O Iphan aprovou a divisão do Pátio Ferroviário e a criação de sete novos lotes. Futuramente, os lotes devem ser comercializados para integrar o entorno do novo bairro previsto para o setor.

Em parecer do último dia 27 de dezembro, o Iphan aprovou a proposta encaminhada pelo GDF para parcelamento da área em sete lotes novos com fachadas viradas para a Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia). Os sete lotes têm entre 17,9 mil metros quadrados e 32,8 mil m².

Além dos sete lotes cuja criação foi aprovada pelo Iphan, o Pátio Ferroviário têm mais quatro lotes. Três já existem e estão ocupados com a antiga Rodoferroviária, o Shopping Popular e a Central das Cooperativas de Trabalho de Catadores de Materiais Recicláveis do DF (Centcoop).

O 11º lote é o maior, com 4 milhões de metros quadrados. Ele que deve abrigar, futuramente, o novo bairro residencial planejado pelo Governo do Distrito Federal.

“Indicamos a anuência do Iphan para o parcelamento proposto – composto de 7 novos lotes a serem criados para comercialização, com testadas frontais voltadas para a Epia, e outros 3 lotes onde já há construções (Shopping Popular, Rodoferroviária e CENTCOOP), para doação ao Distrito Federal”, diz trecho do parecer do Iphan.

METRÓPOLES

7 respostas

  1. Uma boa saída p/ construção de novos PNR’s para Praças.
    Na Guarnição de Natal-RN foi feito isto.
    Concessão a iniciativa privada de pqrcela de área militar em troca de construção de “prédios/PNR’s” de Praças.

  2. Câmara de Porto Alegre promulga ‘Dia do Patriota’ em 8 de janeiro, data dos ataques golpistas em Brasília…

    Ex vereador, meia Dúzia de vereadores, prefeito de Porto Alegre conivente, juntou tudo, resultado é esse, Apologia ao Golpe contra a democracia. A PF tem dúvida quanto aos patrocinadores??? Cadeia neles.

      1. Qual a tentativa de golpe que o Foro fez e qual data está em calendário oficial para comemorar tal tentativa? Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu…

  3. Sindicancia do Exército? ” de onde menos se espera, dali que não vem nada.”

    Não recebeu informações suficientes da PMDF…próximo passo: Passar a ABIN para a PMDF, ou transformá-la em forró.

    Cmt não falou em punição, falou em Repúdio e correção…

    Um TC infiltrado??? Que nada, só um Militar sem ética e nenhuma moral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo