Garimpeiros venezuelanos são presos em barco ao tentar furar bloqueio das Forças Armadas na Terra Yanomami

Garimpeiros foram detidos nessa segunda-feira (31) (Foto; Divulgação/Forças Armadas)

Os presos, de 23, 26 e 33 anos foram transportados à Boa Vista e levados à sede da Polícia Federal

Winicyus Gonçalves

Por volta das 4h desta segunda-feira (31), uma embarcação foi abordada ao tentar furar o bloqueio do Posto de Controle e Interdição Fluvial (PCI FLU), na região de Palimiú. Na ocasião, três pessoas foram detidas e logo em seguida transportadas para Boa Vista e conduzidos até a sede da Superintendência da Polícia Federal (PF). Os garimpeiros são venezuelanos, de 23, 26 e 33 anos.

O apoio aéreo no transporte de detidos dá continuidade ao trabalho de combate aos ilícitos na TIY, que já contabiliza 83 detidos nos últimos 40 dias. Em coordenação com as agências e Órgãos de Segurança Pública (OSP), as Forças Armadas alcançaram, em 2023, o número de 111 desintrusões de garimpeiros ilegais da Terra Indígena Yanomami (TIY).

A Operação Ágata Fronteira Norte é o trabalho coordenado entre as Forças Armadas, as agências e os OSP, de acordo com o Decreto nº 11.405, de 30 de janeiro de 2023, alterado pelo Decreto nº 11.575, de 21 de junho de 2023.

FOLHA  BV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo