Garimpeiros atiram contra militares das Forças Armadas em Terra Indígena Yanomami

Acampamento dos garimpeiros (Forças Armadas)

A ação ocorreu durante a Operação Ágata Fronteira Norte, após mais de três horas de patrulha na florestag1 RR
Garimpeiros ilegais atiraram contra militares das Forças Armadas em Uaicás, na Terra Indígena Yanomami, em Roraima. O caso aconteceu nesta quinta-feira (27), durante uma patrulha da tropa. Nenhum suspeito foi preso.
A ação ocorreu durante a Operação Ágata Fronteira Norte, após mais de três horas de patrulha na floresta.
Na área, os militares foram recebidos a tiros e, de imediato, neutralizaram o ataque, realizando disparos para garantir a própria segurança. Os garimpeiros, que estavam no local, conseguiram fugir pela mata.
Segundo os militares, foram destruídos dois barracões, um motor de energia, um freezer, um fogão e um botijão de gás. Também foram apreendidos uma antena de internet, um celular e mercúrio.
Logo após a ação, uma mulher buscou atendimento médico nas instalações do polo de atendimento do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), apresentando ferimento na perna causado por arma de fogo. A mulher foi transportada para Boa Vista para atendimento médico especializado e passará por averiguações.
g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo