Vídeo: “Corridinha mixuruca, que não dá nem pra cansar…”

O Exército Brasileiro acaba de divulgar em seu Twitter um vídeo em que o general Thomás “puxa” a corrida frente à um contingente de tropa em Curitiba.

Como tem ocorrido desde quando os comentários voltaram a ser liberados nas redes sociais da Força, os deboches e as críticas foram inevitáveis.

 

22 respostas

  1. Por mais que o Comandante se esforce para trazer uma imagem positiva, de líder, de Discípulo De Caxias, tudo cai por terra quando vai um Militar na CPI, sem Farda, ficando calado quando lhe convém e, quando fala, desrespeita a inteligência dos presentes e de todos os brasileiros que não estavam do lado do golpe, nem dele se aproveitariam, que não desrespeitam o nome de Deus; que são verdadeiros Patriotas e saem todos os dias pela manhã e voltam a noite do trabalho pela família. Aqueles que não Estão agarrados ao ubre governamental.

  2. Sou contra criticar Uma instituição Militar como Exército, Marinha e Aeronáutica, que tem a responsabilidade de defender o Brasil e seus brasileiros. As forças armadas são formadas pelo próprio povo brasileiro em que muitos dizem defender seus filhos para defenderem a pátria em que nasceram. Se amamos nossos filhos devemos considerar as Forças Armadas como diz o
    Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.
    § 1º – Lei complementar estabelecerá as normas gerais a serem adotadas na organização, no preparo e no emprego das Forças Armadas.
    · Lei Complementar Federal nº 69, de 23.6.1991, que dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo emprego das Forças Armadas.
    · Lei Complementar Federal nº 83, de 12.1995, que altera dispositivo da Lei Complementar nº 69, de 23 de julho de 1991.

  3. Corridinha com motivação, em julho vem mais uma parcela da meritocracia, que beleza, às custas dos estamentos inferiores e das pensionistas. Grande Mérito, parabéns!!!

  4. O Exército nos ultimos anos tem se tornado uma instituicao do “veja bem” do “tudo e relativo” do “tapinha nas costas”, da “indignacao seletiva”, dos “cursos e estagios” “rolha”… por isso esse monte de teoricao! estou gostando dessa nova fase com o nosso Cmt! Sem muitos risos, formatura e TFM. Tem q sacudir a roseira(inclusive nas GU e Gd Cmdo)

  5. Vi as fotos no site do EB. Entendo a intenção do Comandante, mas acho que não era por aí.

    Vejo muitos desses srs agindo como se ainda fossem tenentes comandantes de Pelotão.

    O Nível mudou, a idade mudou, a postura agora tem de ser outra.

    Dá muito bem para mostrar a coesão da Força, mostrar o Comandante sendo “Operacional”, preocupado com a atividade-fim, com o moral da tropa sem recorrer a métodos do “Exército de Brancaleone”.

    Mas, somos o Brasil….fazer o que?

  6. Exército treina com o BOPE técnicas de patrulha e abordagens em ambientes urbanos
    Cade as tropas do exercito para fazer essa instrução?
    quer dizer que a pm vem ensinar ao exercito o que ele deveria saber?

  7. Constatação, vejam o que o Jair nos tornou perante a opinião pública?
    Hoje, Somos instituições humilhadas.
    Obrigado, Jair. Sem dinheiro e sem dignidade. Antes, era só sem dinheiro.

  8. Carlos Gilberto, então, também não critique as PMs ( Policias Militares na linha de frente, soldados em Combate real, fuzil contra fuzil, sendo emboscados…ainda sem um Ordenamento JURÍDICO brasileiro adequado. Quando vc falou em proteger as famílias, até pensei que estava falando da PM , ou da GREVE dos valorosos em Espírito Santo,em 2017, por causa de coletes vendidos, falta de estruturas, e mais de meia decada sem reposição salarial.La eles mostraram o valor que possuem e o caos que fica sem os Combatentes linha de Frente, e o caos que vira sem eles… tanques, PRF, PF, PC, Guarda Municipal, Força Nacional, Marinha, Aeronáutica, Exército nas ruas ….neste ano a PM mostrou seu valor…em 22 dias 300 mortes sem a PM nas ruas, mesmo todas essas outras instituições na batalha diária. Então sim, eu respeito as instituições,A polícia militar e as forças Armadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo