General russo é morto em contra-ofensiva ucraniana

Geneeral russo morto por míssil

O militar russo Sergei Goryachev foi assassinado em Zaporíjia, onde as forças ucranianas tentam recuperar o território tomado por Moscou

Maria Eduarda Portela
O major-general Sergei Goryachev foi morto durante um ataque de míssil ucraniano durante a escalada da contra-ofensiva de Kiev, nessa segunda-feira (12/6), em Zaporíjia. O militar era chefe do Estado-Maior do 35º Exército da Rússia e a sua morte foi divulgada pelo blogueiro russo Voenkor Kotenok.

“Como resultado de um ataque de míssil inimigo, o chefe do Estado-Maior do 35º Exército de Armas Combinadas, major-general Sergei Goryachev, foi morto”, escreveu Kotenok em seu canal no Telegram.

Segundo o blogueiro, o militar foi assassinado enquanto tropas do quinto Exército da Rússia foram forçadas a deixar a região.

“O exército perdeu um de seus comandantes militares mais brilhantes e eficazes, que combinava o mais alto profissionalismo com coragem pessoal”, completou Kotenok. O Ministério da Defesa da Rússia ainda não se manifestou sobre o caso.

Outros
Goryachev não é o primeiro comandante de alto escalão russo a morrer durante conflitos ao longo da Guerra da Ucrânia. Andriy Kolesnikov, Andrey Sukhovetsky, Vitaly Gerasimov, Oleg Mityaev, Viacheslav Makarov e Yevgueni Brovko também foram mortos durante combates no decorrer da invasão ao país vizinho.

O general era um oficial altamente condecorado. Durante sua carreira nas forças russas lutou na Segunda Guerra da Chechênia, comandou uma brigada de tanques, supervisionou uma base militar russa no Tadjiquistão e liderou as forças russas na região separatista pró-Rússia da Moldávia na Transdniestria.

Autoridades ucranianas divulgaram que retomaram na última semana sete vilarejos que estavam dominados por tropas russas desde o início da guerra.

METRÓPOLES

6 respostas

  1. Nos meus sonhos mais profundos, dorme a tranquilidade que nossos chefes militares estão estudando e preparando medidas defensivas para fazerem frente a uma invasão de forças muito superiores em pessoal e material, que certamente acontecerá. Em minha Ingenuidade, durmo tranquilo, sem me dar conta que, a única coisa que passa pela cabeça dos chefes é a tinta de cabelo e a preocupação de se eternizar em uma boquinha boa ou, parasitar sem nenhuma função como PTTC. Existem prioridades mais importantes que a defesa da Pátria ” covardes nunca estarão na linha de frente…”

  2. Guerra inútil.

    Um missel lançado provavelmente por um soldado sem nenhuma condecoração e pouca experiência militar, acabou com a vida de um militar altamente condecorado e com muita experiência militar .

    Na Guerra não tem medalhas, experiência de combate ou não tem superior hierárquico que impeçam sua morte por um tiro ou míssil.

    Triste ver pessoas morrendo por políticos que causam a guerra mas não lutam nela, ficam distantes incentivando os outros se matarem em seu lugar.

  3. todos os dias morrem diversos soldados praças rasos, esses não tem importância, agora um general que provavel que sempre teve uma bela vida.. ai vira até notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo