Ministros do STF consideram que há provas de crimes de militares no 8/1

Invasão Planalto

Integrantes do STF veem crimes em dois momentos por parte de militares no 8 de janeiro

Guilherme Amado
Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão convencidos de que há provas suficientes sobre crimes cometidos por militares — de diferentes patentes — no 8 de janeiro. E esses crimes teriam sido cometidos, na visão de alguns ministros, em dois momentos.

Em um primeiro momento, ao proibir a Polícia Militar do Distrito Federal de desmontar o acampamento golpista, militares de patentes mais altas teriam permitido que o espaço servisse para a formação de uma célula terrorista, onde foram planejados e de onde partiram os ataques aos Três Poderes naquele domingo.

Conforme revelou a coluna, essa proibição ocorreu também na noite do 8 de janeiro, por parte do Comando Militar do Planalto (general Gustavo Dutra de Menezes) e do Comando do Exército (general Júlio Arruda). Os dois afirmaram ao interventor Ricardo Cappelli que não permitiriam a remoção. O comandante do Exército chegou a dizer para o então comandante da Polícia Militar, coronel Fábio Augusto Vieira, que a tropa sob seu comando era maior do que a da PMDF.

Em depoimento após ser preso, o coronel Jorge Eduardo Naime, que era o comandante de Operações da PMDF, afirmou que também havia sido proibido de desmontar o acampamento em dezembro, ainda no governo Bolsonaro, quando o Exército era comandado por Marco Antônio Freire Gomes.

Nesse rol de possíveis crimes, os ministros veem um conjunto de provas, formado pelos depoimentos já prestados e outros que ainda deverão ocorrer.

Já nos ataques propriamente ditos, a comprovação de conivência e omissão proposital está dada pelos vídeos, que mostram a Guarda Presidencial do Palácio do Planalto, formada por militares do Exército, não fazendo nada e deixando o palácio ser destruído.

Diversas imagens, algumas publicadas pela coluna, e relatos de servidores do Planalto […] mostram que os militares da Guarda Presidencial queriam deixar os golpistas saírem do palácio sem ser presos.

Em entrevista à coluna, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Marco Edson Gonçalves Dias, afirmou que esses vídeos mostram um momento em que sua ordem para prender os terroristas ainda não havia chegado à tropa. G. Dias não explicou por que se daria outro tratamento que não a prisão a criminosos em delito flagrante.

METRÓPOLES/montedo.com(edição)

11 respostas

  1. Porque vcs não comentam sobre as pessoas que já estavam dentro do STF e do congresso antes de os manifestantes chegarem por lá?todo mundo sabe que infiltrados de esquerda já estavam dentro das instalações muito antes da chegada do público de direita chegar ao local ,sabemos que essa é uma das armas da esquerda ipocrita ,acusar daquilo que eles fazem ,pena que esse canal se tornou um braço da esquerda e tudo que se lê por aqui è a favor desse desgoverno ,espero que vcs algum dia possam refletir sobre alguns aspectos que hj vcs defendem .

    1. Depois de ler esse delírio, só sendo outro delirante, ou sendo infantil, para acreditar no papai Noel.
      Por espontaneidade, só não repete o erro quem o reconhece. Porém, muitos não tem essa capacidade do reconhecimento do erro cometido. então, a sociedade deu uma ajudinha, criou a punição para lembrá-los.
      Como boa parte do ser humano é egoísta, o arrependimento não deve ser um opção, deve-se punir com determinação os erros, principalmente daqueles que querem transferi-los para os outros, mesmo quem invente esse absurdo seja o Papai Noel.

      1. Crasso, pelo teu prazer, quando houver aquela famosa subida no morro pelas forças de segurança, o morro inteiro, todos que vivem lá serão presos e acusados de todos os crimes que não cometeram, inclusive terrorismo, apesar de que o ministro recalcitrante nem deve saber nem nunca presenciou um ato de terrorismo.

    2. Isso! Eles passaram durante anos infiltrados no governo de Bolsonaro e abriram as portas e obrigaram os patriotas a entrar e a quebrar as instalações. Usaram figurantes da Globo financiados por Leonardo Di Caprio para iludir os cidadãos de bem, conseguiram até uma sósia da Deputada Zambelli para sair com pistola em punho no centro de São Paulo atrás de um figurante às vésperas das eleições. Agora fizeram uma montagem do icônico sua excelência General Sem sugestõesabraçado a um petista! E ainda teimam em usar fotoshop para que ele pareça obeso! comunistas! Malditos, Malditos!

  2. Amigo bisonho só quero lhe lembrar que tem vídeos mostrando que havia sim pessoas dentro da instalações do congresso e STF antes dos manifestantes chegarem por lá ,por isso o PT pediu que essas imagens fossem broqueadas ,isso não sou eu quem diz dão os próprios parlamentares de direita que afirmam isso ,infelizmente algumas pessoas olhas as coisas com viés ideológicos não analiznafo de fato as provas produzidas ,quando era contra o governo anterior tudo era prova de crime agora não considera nada mais como prova contra esse governo esquerdista ,faz o L meu amigo .

    1. Caro Papai Noel, sou pragmático.
      Pergunto, tem provas de que havia infiltrados de esquerda? Não e não terá. Por que? Porque ainda não inventaram uma máquina que modifique o passado. O que está feito, está feito. Por isso não aparecerá nenhuma prova de infiltrados de esquerda.
      Estou defendendo os esquerdas? Não, estou sendo novamente pragmático. Faço o meu juizo com provas. Nâo há uma só imagem do que você está falando. Porém…se aparecer, pedirei desculpas, sem a menor vergonha por ter errado e desconfiado de você.

  3. Na Justiça federal Não vai ter a Conivência e a Benevolência dos generais amigos do STM. Eu Não Acredito que o STM vai fazer historia e condenar alguns General l, por isso Que o processo va para a Justiça federal.

  4. “Ministros do STF consideram que há provas de crimes de militares no 8/1” e “Não Ministros do STF consideram que há provas de crime MILITAR COMETIDO POR militares no 8/1”. então, não compete a JMU julgá-los, vão parar ou no STF ou na Justiça Criminal Comum Federal e seja onde for serão julgados somente por um juiz Togado conhecedor do direito e não escabinado.

  5. Nossos chefes estão atentos e concordam plenamente com as autoridades constituídas e irão agir! Já tem a lista com mais de 600 nomes de militares envolvidos! Em breve darão fim a este período negro de indisciplina e entregarão todos os Cb, Sd e graduados envolvidos!

  6. É realmente chocante a forma como o STF acredita que militares de patentes mais altas permitiram que o acampamento golpista se formasse com a intenção de atacar os Três Poderes. Ainda mais preocupante é como o comandante do Exército chegou a dizer que a tropa sob seu comando era maior do que a da PMDF. Será que isso indica que os militares estavam preparados para algo maior do que foi a realidade? É de se perguntar se isso é uma afirmação preocupante sobre os motivos reais do acampamento e o que foi planejado naquele lugar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo