Elogio de aliado de Lula a Villas Boas ajuda no diálogo com Exército

Alto Comando do Exército visita o General Villas Bôas

Artigo com elogios a Villas Boas escrito anos atrás por aliado de Lula agora ajuda na reconstrução do diálogo do governo com o Exército

Paulo Cappelli
Um artigo escrito anos atrás por um aliado de Lula, com elogios ao general Villas Boas, agora ajuda na reaproximação entre Presidência e Planalto.
Trata-se de um artigo publicado em 2018 por Ricardo Cappelli, nomeado por Lula interventor federal no DF. Atual número dois no Ministério da Justiça, ele tem lidado com militares diariamente por conta da intervenção federal no Distrito Federal.
No artigo de 2018, Cappelli elogia Villas Boas por uma entrevista concedida à Folha de S.Paulo.
“A entrevista do Comandante do Exército, General Villas Boas à Folha foi irretocável, palavras de um brasileiro com B maiúsculo ciente de seus deveres e suas responsabilidades. Tive a oportunidade de conhecer o General. Não temos afinidades ideológicas, mas é incontestável seu preparo intelectual e seu respeito à Constituição”, escreveu o atual interventor.
Esse artigo chegou recentemente ao conhecimento da cúpula do Exército, que passou a ver o aliado de Lula, que já foi filiado ao PCdoB, como um político moderado.
METRÓPOLES/montedo.com

15 respostas

  1. Até no Congresso Nacional os parlamentares exigem voto nominal quando duvidam do painel eletrônico. Já houve dezenas de casos de votos em duplicidade descobertos depois do voto nominal e ficou por isso mesmo, ninguém foi punido.

    1. Pelo amor de Deus, ainda com essa resenha? Essa discussão já ficou no passado, sugiro reclamar com o político que tenha elegido e cobrar isso num futuro Distantes com um projeto de Lei de voto por cédula de papel. Arrego!

  2. Isso mostra a essência da nossa “alta cúpula” das Instituições dessa República. Sempre estão à procura de brechas para justificar a aproximação, pois poderão usufruir de benesses.

    Nesses momentos acompanhamos discursos “politicamente corretos” do tipo “embora não comungamos da mesma ideologia, pensamos pelo Desenvolvimento do país. Assim, somos rivais nas ideias, mas unidos pelo país”.

    Na verdade, esse discurso esconde a “covardia intelectual”. Suprime-se suas ideias, seus pensamentos, para se amoldar ao outro, com o objetivo de se dar bem no corporativismo mais abrangente.

    A coerência é jogada para debaixo do tapete.

    Isso explica, por exemplo, porque parlamentares que até o dia 31 de dezembro último eram partidários e defensores do governo anterior, agora se dizem preocupados pelo país e se unem ao novo governo.

    Um desses parlamentares declarou recentemente que nuca foi de oposição.

    Esse país precisa urgentemente de uma “revolução moral”. Não mudando essa cultura, sempre seremos uma “republiqueta”.

  3. Se Lula resolver queimar as pontes de relacionamento c/os militares, o compromisso deles c/a democracia e c/o Brasil as reconstruirá no tempo oportuno, pq, ao contrário de Lula & Cia, as FA são permanentes, enquanto eles não passam de mais uma circunstância da política brasileira!

    General Paulo Chagas

    1. “Paulo Chagas E ArRêgo, Barro!” – A Apologia À DISFUNCIONALIDADE.
      Primeiro:
      – A Nação Não Espera ‘Relacionamento’ Do Eleito Com Militares.
      Relacionamento Algum.
      – A Nação Espera Que Ambos Cumpram, Individualmente, Suas Obrigações Definidas Por Lei.
      Segundo:
      – Chega, Seja Voce, Realmente, Paulo Chagas, Mais Um Oportunista Neo-Politiqueiro-“Militar”, Aproveitadores Da Boa Imagem Do Exército Para Seus Interesses pessoais e Eleitoreiros.
      – Chega, A Nação E FA Espera Muito Mais Dos Militares Da Reserva/Ativa.
      – Após Milhares de reais em Verbas Dos Cofres Da União Em Suas Formações.
      Terceiro:
      – Chega De ‘PITAQUEIROS ‘ Toscos De Plantão (Oportunistas).

  4. Anotem aí!
    Logo, logo o capitão desajustado receberá ordem de prisão através do inquérito da Intentona bolsonarista de 8/1.
    inquérito dos Atos de 8/1 aberto após STF aceitar pedido feito pela PGR (ex-apêndice do governo Bolsonaro).
    Inexibilidade e cadeia às vistas.

  5. Aí, R1 Bustamante!
    Os semideuses da Escolinha Castelo Branco afiançaram:
    “O Exército Vermelho da “URSS” tomará Kiev em no máximo duas semanas”!
    O suprassumo da ‘DISFUNCIONALIDADE TOTAL’ da Escola Mal Castello Branco.
    E a guerra suja russa já passa de 11 meses e sem qualquer previsão de término.
    “Nóiz tamu” é “fud….s” com esses moços na Direção Bélica da Nação.
    E que beleza, R1 Bustamante!
    Todos Senhores da Guerra ‘coradinhos’, cheinhos (padrão Pançuello).
    Vida Boa, hein!
    E ainda ganham uns cascalhinhos pra “isso”.

  6. Até agora não entendo a importância da Opinião dos militares no meio político.

    Foi provado que os militares devem cumprir com seus deveres e obrigações que foram definidas pelos políticos.

  7. Montedo sempre atrasado.
    O NINE já exonerou o comandante do exército e colocou em Seu lugar o comandante Do sudeste (àquele que o Paulo Figueiredo falou. E, que disse que temos que aceitar o resultado das urnas)
    Triste isso!
    21 dias no Cargo e já levou uma Rasteira.

    1. Ansiedade exacerbada.
      Não bastam todas as Matérias em toda mídias disponíveis.
      O sujeito não aguenta esperar a publicação nesse Blog.
      Momento pra saciar suas frustrações pessoais e “profissionais” (Juruna) em cima da exoneração do ex-Cmt do Exército.
      Só mais um urubu da Rede vibrando com amofinação alheia.
      Vive de migalhas e agravos alheios.
      O Inominável Cabo Juruna Flordelis.
      E seu azedume e invídia Permanentes.

    2. É apenas um experimento do lobo para ver a reação das ovelhas. Nessa altura, 21 dias, já deve ter um punhado de dinheiro desviado e nem se importa mais com as reações.

  8. Asqueroso Uma Ode ao ódio.
    Montedo tem outras coisas por fazer.
    Não é como vc um solitário na Rede atrás de notícias detestáveis.
    Vive o dia inteiro pendurado no Blog porque não há alguém que o suporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo