Escolha uma Página

Partido de Bolsonaro, PL deverá ter 21 nomes que representarão militares nas eleições 2022
Entre as demais legendas, o PTB tem 4 nomes; União Brasil 3; Podemos 2; Pros 2; Patriotas, PMB, PSDB, DC, PP, PSD e PRTB têm 1 candidato cada

Izael Pereira
Parlamentares oriundos das Forças Armadas na Câmara divulgaram nesta terça-feira, 12, uma relação dos relação dos candidatos a cargos eletivos ligados ao grupo – ao todo serão 56, de acordo com o levantamento.
Os nomes disputarão desde à Presidência da República, como o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o seu provável pré-candidato a vice, Walter Braga Netto (PL), à vagas na Casa, no Senado, nas Assembleias Legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal.
“Nós relacionamos todos os candidatos que chegaram ao nosso conhecimento, e que vão se disponibilizar no próximo pleito”, disse o deputado General Peternelli (União-SP) ao Broadcast Político.
O PL, partido pelo qual Bolsonaro busca a reeleição neste ano ao lado de Braga Netto, tem 21 nomes. O Republicanos é a segunda sigla que mais teve adesão de candidato oriundos das Forças Armadas, com 11 nomes. Entre eles, o ex-ministro da Infraestrutura e aliado do presidente Bolsonaro, Tarcísio de Freitas, que disputa o governo de São Paulo.
Entre as demais legendas, o PTB tem 4 nomes; União Brasil 3; Podemos 2; Pros 2; Patriotas, PMB, PSDB, DC, PP, PSD e PRTB têm 1 candidato cada. “São vários partidos, são vários pensamentos. Acredito que todos eles com o mesmo foco. O foco no bem comum, que é o que a nossa própria constituição prevê. Defendendo os interesses da população e os aspectos que nós julgamos essenciais na política como as questões tributárias. Transparência, e participar efetivamente de todas as discussões”, completa.(ESTADÃO CONTEÚDO)
TERRA/montedo.com

Skip to content