Escolha uma Página

Lauro Jardim
A notícia-crime apresentada à PGR pelos comandantes das Forças Armadas e pelo ministro Paulo Sérgio Nogueira, da Defesa, contra Ciro Gomes não será analisada pelo órgão.
Os militares queriam que a PGR investigasse Ciro por “incitar animosidade entre as Forças Armadas e os líderes constitucionais”.
O pré-candidato à Presidência deu uma entrevista na semana passada em que fez considerações sobre a atuação dos militares na Amazônia, que hoje estaria dominada por uma “holding do crime, claramente protegida por autoridades, inclusive das Forças Armadas “.
Só que Nogueira e os comandantes militares foram bater na porta errada.
Como Ciro não tem foro especial, a PGR remeteu a notícia-crime à Procuradoria Regional do DF, que vai analisar o pleito.
O Globo/montedo.com

Skip to content