Escolha uma Página

Segundo O Globo, presidente pediu que técnicos do Executivo preparem aumento superior a R$ 600 no vale-alimentação de todos os funcionários do governo

Jair Bolsonaro (foto) mudou de ideia e agora cogita não dar mais um reajuste linear de 5% para os servidores públicos federais, disseram integrantes do governo a O Globo.
De acordo com o jornal carioca, o presidente também pediu que os técnicos do Executivo preparem um aumento superior a R$ 600 no vale-alimentação de todos os servidores do governo federal.
Bolsonaro queria conceder aumento apenas aos policiais federais, sua base eleitoral. Pressionado, ele chegou a bater o martelo por um reajuste linear de 5% para todo o funcionalismo público —o que irritou categorias que reivindicam pelo menos a reposição de perdas com a inflação.
“Diante desse cenário, o presidente se reuniu nesta semana com seus ministros mais próximos e pediu a eles para prepararem um reajuste concentrado apenas no vale-alimentação, como sempre defendeu o Ministério da Economia. O novo valor ainda não foi definido, mas pode chegar a R$ 700”, escreve O Globo.

Apenas para servidores ativos
Um reajuste no vale beneficiaria apenas os servidores da ativa, enquanto um reajuste de salário também atende aos funcionários inativos. Além disso, não há cobrança de Imposto de Renda sobre o vale-alimentação.

Metamorfose ambulante
Os integrantes do governo ouvidos pelo jornal, no entanto, advertem que Bolsonaro “sempre pode mudar de ideia”.
Com O Globo e O Antagonista/montedo.com

Skip to content