Escolha uma Página

Tribunal de Contas da União vai investigar contrato para compra de 11 milhões de pílulas do medicamento utilizado contra impotência sexual

O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu investigação para apurar indícios de irregularidades na aquisição de 11 milhões de comprimidos do Citrato de Sildenafila de 20, 25 e 50 miligramas, também conhecido como Viagra.
O gasto pode ter chegado a aproximadamente R$ 33,5 milhões.
O contrato de compra foi firmado entre o Laboratório Farmacêutico da Marinha Brasileira e a empresa EMS S/A.
Segundo representação apresentada pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO), há indícios de superfaturamento na compra dos comprimidos.
O caso está sob a relatoria do ministro Weder de Oliveira.
O Antagonista/montedo.com

Skip to content