Escolha uma Página

Ao chegar ao Palácio do Planalto, o vice-presidente afirmou que é necessário ter calma, ao comentar o caso de Daniel Silveira

Hamilton Mourão (foto) tentou minimizar nesta quarta-feira (27) o embate entre Jair Bolsonaro e o Supremo, provocado pelo indulto presidencial a Daniel Silveira.
Em conversa com jornalistas ao chegar no Palácio do Planalto, o vice-presidente disse que é preciso “manter a calma”.
“Vamos evitar que coisas pequenas se transformem em um tsunami.”
“Tsunami é continuar esse bate-boca, mensagem para lá, mensagem para cá. Isso não é bom para o país. Vamos manter a tranquilidade, que é o que todo mundo deseja“, completou Mourão, ao ser questionado sobre o que quis dizer com tsunami.
O vice-presidente recorreu à sua experiência na artilharia ao comentar o caso de Silveira.
“O artilheiro se destaca pela calma incrível diante ante o perigo cheio de inquietude. A gente tem que ter calma nessa hora. Só isso. O governo está calmo. Tudo tranquilo. Cada um cumprindo o que tem que fazer. Nessa questão, o presidente agiu dentro daquilo que a Constituição lhe dá a discricionariedade para realizar.”

Assista:

 

Notícias relacionadas:

O Antagonista/montedo.com

Skip to content