Escolha uma Página

Presidente afirmou que a Defesa, “em última análise, poderá fazer o país rumar em direção à normalidade, ao progresso e à paz”

Mayara Oliveira
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira (5/4) que, entre as 23 pastas do seu governo, a que mais se destaca é a do Ministério da Defesa. Segundo o chefe do Executivo federal, isso se deve ao fato de o ministério “ter a tropa em suas mãos”, em referência às Forças Armadas — que são subordinadas ao ministro da Defesa.
“Tenho 23 ministros. Todos são importantes, mas um se destaca. É o da Defesa, porque tem a tropa em suas mãos. É o que, em última análise, poderá fazer o país rumar em direção à normalidade, ao progresso e à paz”, afirmou Bolsonaro durante cerimônia de cumprimento a oficiais-generais promovidos pelo governo.
Em seu discurso, o presidente disse que os militares são a “âncora” do país e que eles sempre estiveram “ao lado da legalidade”.
“Deveres, garantias, responsabilidades. Nós sempre estivemos ao lado da legalidade. E tenho certeza, se a pátria um dia voltar a nos chamar, por ela tudo faremos, até mesmo em sacrifício da própria vida”, declarou.
Na sequência, acrescentou: “O povo espera muito de nós. Querem paz, querem tranquilidade, querem transparência, querem um governo que realmente trabalhe por eles”.
Recentemente, o mandatário da República deu posse ao novo ministro da Defesa, o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira. Ele era comandante do Exército e assumiu o posto de ministro no lugar de Walter Braga Netto, que é cotado como vice na chapa de Bolsonaro nas eleições de outubro. Leia mais.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content