Escolha uma Página

Exército confirma morte de quatro militares do Vale, em acidente na BR-290, em Rio Pardo
Além dos quatro, outras duas pessoas ainda não identificadas morreram e 12 ficaram feridas. O acidente envolveu um caminhão, um ônibus, um automóvel e uma van

Acidente ocorreu no começo da madrugada desta segunda-feira na BR-290
PRF / Divulgação

Rio Pardo (RS) – O 9º Regimento de Cavalaria Blindado “Regimento João Princípio”, de São Gabriel, emitiu uma nota de pesar, informando o falecimento dos soldados do efetivo profissional: Lucas Rodrigo Altevogt e Wesley da Silva Paulo e dos soldados do efetivo variável: Silas Gabriel de Azevedo de Barros e Vinícius Bedra. Todos seriam residentes no Vale do Taquari.
Os rapazes são vítima de um grave acidente de trânsito registrado por volta das 00h30 desta segunda-feira (28) na BR-290, em Rio Pardo, no Vale do Rio Pardo. Além dos quatro, outras duas pessoas ainda não identificadas morreram e 12 ficaram feridas. O acidente envolveu um caminhão, um ônibus, um automóvel e uma van.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão emplacado em Guaíba colidiu de frente com o ônibus, placa de Vila Nova do Sul, no km 235 da rodovia. Após o choque o veículo de carga tombou e derrabou toras de madeira que transportava. O material ficou sobre a pista. Um automóvel VW Fox, de Cachoeira do Sul, atingiu a carreta tombada. Uma van, emplacada em São Gabriel, saiu de pista.
Das seis pessoas mortas, uma ocupava o automóvel e cinco o ônibus – o motorista e os quarto passageiros citados acima. Do coletivo, outras nove vítimas sofreram ferimentos. No carro também se feriram o motorista e uma criança. O condutor do caminhão da mesma forma foi encaminhado para atendimento hospitalar. Os feridos foram levados para hospitais de Rio Pardo e Cachoeira do Sul. Na van estavam 15 pessoas. Todas ficaram ilesas. Um terceiro ônibus que também saiu da nossa região estava mais a frente e não se envolveu no acidente.
A PRF confirmou que nos coletivos viajavam militares que estariam retornando para as suas funções em São Gabriel, os quais saíram de Teutônia e Lajeado. MS
Independente/montedo.com (Imagens: PRF e GZH)

Skip to content