Escolha uma Página

Outros endereços relacionados ao caso também foram visitados pelos agentes. Mais quatro armas foram apreendidas

Samara Schwingel
Carlos Carone
Mirelle Pinheiro

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte), e o Exército Brasileiro cumpriram mandados de busca e apreensão em endereços relacionados ao caso que ficou conhecido na cidade como “Dama de Vermelho”. A Loja do Pescador, que vende artigos militares, foi o principal local visitado.
O estabelecimento fica em Taguatinga Norte. Junto aos policiais, o Exército fiscalizou a venda de armas e munições, aplicando as medidas administrativas cabíveis. Na ocasião, a PCDF apreendeu mais quatro armas de fogo que serão remetidas à perícia.
As diligências fazem parte do inquérito policial instaurado para apurar o caso em que homens portando armas fecharam o trânsito da Avenida Samdu Norte, em Taguatinga, para que uma mulher desfilasse em um ensaio fotográfico. Durante toda a investigação, foram apreendidas 12 armas de fogo.

Relembre o caso
Nas imagens que ganharam as redes sociais, a mulher de vestido vermelho desfila enquanto um homem fotografa a exibição. O gerente da loja disse aos investigadores que a gravação foi feita durante o ensaio de casamento dela. Segundo o homem, as armas utilizadas na exibição eram de pressão e pertenciam à loja e a clientes do estabelecimento.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content