Escolha uma Página

Ministro da Defesa tem até o dia 2 de abril para definir por qual partido concorrerá as eleições

Gustavo Zucchi, Igor Gadelha
Um dos nomes cotados para ser o candidato a vice do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições deste ano, o ministro da Defesa, general Braga Netto, ainda não definiu a qual partido se filiará.
O militar precisa se filiar a uma legenda até 2 de abril. É a data limite fixada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para quem pretende concorrer a algum cargo nas eleições de outubro deste ano.
O ministro precisa não só de uma sigla que o aceite. O desafio é se filiar a uma legenda que também satisfaça as necessidades políticas que Jair Bolsonaro precisa em seu candidato a vice-presidente.
Neste ponto, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, sai na frente. Também cotada como possível vice, ela definiu que se filiará ao Progressistas, uma das principais siglas da atual base aliada de Bolsonaro.
A atual titular da Agricultura é o nome favorito da ala política do governo e do presidente nacional do PL, o ex-deputado Valdemar Costa Neto, para ser a vice de Bolsonaro na disputa presidencial de 2022.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content