Escolha uma Página

Vice-presidente deve concorrer a uma vaga no Senado

Mauren Xavier
O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, está mais próximo de se filiar ao Republicanos. Essa é a expectativa de lideranças do partido, que esperam ter uma posição positiva até o início de março. A movimentação sobre a migração de Mourão, que atualmente está no PRTB, não é recente. Porém, com o anúncio de que pretende concorrer a uma vaga ao Senado pelo Rio Grande do Sul, ampliou as articulações. Ele também é sondado pelo PP.
Ontem, Mourão recebeu o presidente estadual do Republicanos, deputado federal Carlos Gomes, em Brasília. “É um nome muito cobiçado. Pelas características dele, pela facilidade de compor e que tem um experiência”, pontuou Gomes, após o encontro. Para ele, a decisão do presidente em exercício concorrer pelo Rio Grande do Sul já deve ser celebrada. “Se vier para o Republicanos, seremos ainda mais privilegiados”, destacou.
No Rio Grande do Sul, o partido ainda articula qual composição levará para a disputa ao Palácio Piratini. Pela costura nacional, no qual o partido está na base do presidente Jair Bolsonaro, junto com o PP e PL, no Estado, pode estar numa coligação com Luis Carlos Heinze ou Onyx Lorenzoni, nomes que deverão concorrer pelo PP e PL, respectivamente.
Outra possibilidade é estar na composição com o candidato do atual governo, ou ainda, apresentar uma candidatura própria. Neste último caso, um nome possível é o do empresário Roberto Argenta, que está sem partido.
CORREIO DO POVO/montedo.com

Skip to content