Escolha uma Página

Karina Fogolin baleou o empresário Bruno Piva em dezembro após uma discussão. Ele morreu após 50 dias de internação

SÃO PAULO | Com informações da Record TV *
A tenente do Exército Karina de Freitas Fogolin, de 41 anos, que atirou contra o próprio marido, Bruno Piva Júnior, de 52 anos, em um bairro nobre da cidade de Praia Grande, litoral de São Paulo, foi indiciada pela polícia nesta quarta-feira (26).
O caso ocorreu em dezembro do ano passado, quando o casal brigou na garagem do imóvel onde residem. Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que a mulher teria atirado contra o marido, que estava com a filha adolescente, entrando dentro do carro na porta da residência.
A tenente aparece no momento em que o marido estava ferido no chão e presta socorro simulando que alguém teria atirado contra ele, até que vizinhos chamaram a polícia. O empresário morreu depois de mais de 50 dias no hospital.
De acordo com a polícia, a autora dos disparos ainda tentou enganar os agentes, dizendo que o empresário tinha sido vítima de um assalto, mas acabou confessando o crime na delegacia de Praia Grande onde o caso foi registrado.
R7/montedo.com

Skip to content