Escolha uma Página

O presidente Jair Bolsonaro(PL) recuou e vai incluir militares das Forças Armadas como possíveis beneficiários do indulto de Natal de 2021, assim como fez em 2019 e 2020.
A medida deve autorizar o perdão da pena àqueles que, em operações de Garantia da Lei e da Ordem, tenham cometido crimes não intencionais.
Os detentos só terão direito ao perdão da pena caso os crimes cometidos não sejam hediondos nem tenham sido praticados com grave ameaça ou violência.

Skip to content