Escolha uma Página

Lauro Jardim
Depois de ataques seguidos ao STF meses atrás, depois de entrar na Justiça para tentar não cumprir um decreto da prefeitura do Rio de Janeiro em relação ao comprovante de vacinação, o infalível Clube Militar ataca outra vez.
O quartel-general dos militares de pijama está convidando os seus sócios para uma palestra no dia 9 intitulada “Passaporte sanitário: eventos adversos das vacinas contra aCovid-19 e os riscos para a segurança nacional”.
Para ministrá-a, foi convidada Maria Emília Gadelha Serra, negacionista de quatro costados.
Em julho, Maria Emília, foi recebida no Palácio do Planalto por Jair Bolsonaro. Entregou ao presidente um documento sobre riscos das vacinas, classificadas por ela como “produtos experimentais injetáveis”.
Claro que uma patacoada dessas teria que ter um local especial para acontecer: no salão nobre da sede da agremiação, no Centro do Rio.
O Globo/montedo.com

Skip to content