Escolha uma Página

Presidente Jair Bolsonaro se solidarizou com os mais de 2 mil mortos devido a terremotos que atingiram o país caribenho

Tácio Lorran
Decolou da base área de Brasília, na manhã deste domingo (22/8), o avião de transporte KC-390 Millennium levando ajuda humanitária para Porto Príncipe, capital do Haiti. O país sofreu, no último dia 15, um terremoto de magnitude 7.2. Dois dias depois, foi atingido pelo ciclone tropical Grace, que acentuou os problemas.
Já são mais de 2 mil mortos e 10 mil feridos.
A aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) está levando um representante do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), 32 bombeiros (militares e civis) e cerca de sete toneladas de materiais e equipamentos de emergência, do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, de Minas Gerais e também da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP).
O voo saiu da capital federal às 8h, com parada para abastecimento em Cachimbo, no Pará, e em Boa Vista, Roraima. A previsão de desembarque na capital haitiana é às 19h25 (horário de Brasília).
Também estão sendo levadas mais 3,5 toneladas de medicamentos, além de insumos estratégicos do Ministério da Saúde. Planejado para situações de desastres, o material visa atender até 10 mil pessoas por unidade. Entre os insumos estão materiais de uso hospitalar disponibilizados pela Força Nacional do SUS, como macas, colares cervicais, biombos e outros.
A assistência farmacêutica da pasta federal disponibilizou, ainda, insulina humana tipo regular, medicamento que tem ação rápida em casos de choque, ocasionado pela diminuição anormal do volume do sangue.

“Solidariedade”
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e o ministro da Defesa, general Braga Netto, discursaram antes de o voo decolar. Ambos se solidarizaram com o povo haitiano e agradeceram o voluntarismo dos bombeiros que embarcaram na missão.
“A solidariedade é a marca do povo brasileiro. Há pouco tivemos uma missão também no Líbano. Temos uma antiga, no Haiti, que findou-se há pouco tempo. Há menos de uma semana, recebi uma ligação de pedido dos nossos irmãos haitianos. Rapidamente, com as Forças Armadas, com o nosso corpo diplomático, entre outras instituições, essa missão foi rapidamente programada”, relatou Bolsonaro.
“Desejo sucesso e que Deus os acompanhem neste momento que os nossos irmãos haitianos ainda sofrem com mais uma catástrofe”, finalizou o presidente.

Avião da FAB tem problemas técnicos e atrasa chegada no Haiti
A aeronave KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira (FAB) que decolou na manhã deste domingo (22/8) de Brasília com destino a Porto Príncipe, no Haiti, apresentou problemas técnicos e precisou ser trocada.
Foi realizado um pouso técnico na base aérea do Cachimbo, no sul do Pará – que já estava previsto na rota inicial apresentada pela FAB.
“Por uma questão técnica, houve a necessidade da troca por outra aeronave do mesmo tipo, realizando-se a transposição da carga e dos passageiros naquela localidade”, informou a Aeronáutica, em nota divulgada à imprensa.
O avião seguiu para Boa Vista (RR), mas a previsão de decolagem no Haiti foi reprogramada para 8h(horário local) desta segunda-feira (23/8), segundo a FAB, “devido às restrições de disponibilidade de horários para pouso em Porto Príncipe”.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content