Escolha uma Página

Ana Cláudia Guimarães

Pedro Teixeira, portador de deficiência física, que foi receber a vacina contra a Covid-19 em um posto em Niterói e disseram que ele precisaria de laudo médicoPedro Teixeira, portador de deficiência física, que foi receber a vacina contra a Covid-19 em um posto em Niterói e disseram que ele precisaria de laudo médico | Reprodução
Veja a história de Pedro Teixeira, oficial do Exército que tem uma perna amputada e foi receber a vacina contra a Covid-19 em um posto em Niterói, do Campo de São Bento, em Niterói. Ele não conseguiu se vacinar porque… estava sem laudo médico.
– A Prefeitura já entrou em contato comigo e disse que não precisaria de laudo. Me mandaram ir no Fonseca ou no Campo de São Bento, disse o bem-humorado Pedro.
Pedro Teixeira, 23 anos, teve a perna amputada depois de um acidente na Ponte Rio Niterói no dia 19 de fevereiro de 2020. Ao parar para trocar o pneu do seu carro, ele foi atropelado por um reboque. Teve que amputar a perna esquerda e quebrou a direita.
A história, que está sendo levada no maior bom-humor por Pedro Teixeira, já ganhou as redes.
ANCELMO GÓIS(O Globo)/montedo.com

Skip to content