Escolha uma Página

Lauro Jardim
Jair Bolsonaro saiu do sério ontem ao ler a manifestação de Hamilton Mourão sobre a crise militar instalada com a substituição de Fernando Azevedo e Silva por Braga Netto no Ministério da Defesa.
A Andréia Sadi, Mourão desdenhou a possibilidade de ruptura institucional:
— Zero. Pode botar quem quiser, não tem ruptura institucional. As Forças Armadas vão se pautar pela legalidade, sempre.
Bolsonaro, de acordo com um interlocutor do presidente, bufou.
De acordo com o mesmo interlocutor, Bolsonaro deveria agradecer a Mourão que, aliás, é indemissível. Motivo?
— O Mourão fala muito, mas é leal. Não fez um movimento desleal. Se quisesse se movimentar contra o Bolsonaro, ia ser muito ruim para o presidente.
O Globo/montedo.com

Skip to content