Escolha uma Página

Ministro da Defesa informou, em nota oficial nesta segunda-feira (29), que deixará o cargo. Nome do substituto não foi divulgado, mas Braga Netto, da Casa Civil, é cotado.

A demissão de Fernando Azevedo e Silva foi um pedido do presidente Jair Bolsonaro, segundo fontes do Ministério da Defesa disseram ao blog.
Segundo relatos obtidos pelo blog, o presidente quer fazer um rearranjo ministerial, e pediu a vaga.
Na aposta de aliados de Azevedo e Silva, um ministro palaciano — militar — pode ocupar a vaga do Ministério da Defesa. Esse nome ainda não foi divulgado, mas Braga Netto, da Casa Civil, é cotado. E, a Casa Civil pode ser ocupada por Luiz Ramos, que é Ministro-chefe da Secretaria de Governo. Leia mais.
G1/montedo.com

Skip to content