Escolha uma Página

Estrutura, composta por três barracas e um total de 144 metros quadrados, conta com 17 leitos de enfermaria

EDUARDO PINZON
O hospital de campanha montado pelo Exército na zona sul de Porto Alegre recebeu o primeiro paciente às 9h43min desta sexta-feira (19). Trata-se de um homem, de 39 anos, em tratamento da covid-19.

A estrutura foi instalada no pátio do Hospital Restinga e Extremo-Sul (HRES), no bairro Restinga. São 17 leitos de enfermaria que darão fôlego à instituição de saúde.
— Nossa unidade está atendendo, praticamente, somente casos de coronavírus. São cerca de 210 pacientes recebendo tratamento contra a doença — comentou o diretor-geral do HRES, Paulo Scolari.
Por volta das 8h, a estrutura de enfermaria do hospital de campanha passava pelos últimos ajustes, como a colocação de cobertores e travesseiros. O anexo é composto por três barracas, com um total de 144 metros quadrados.
As equipes de saúde serão formadas, principalmente, por profissionais do próprio HRES. Inicialmente, havia sido informado que o novo espaço iria abrigar oito leitos de UTI e 12 de enfermaria, mas as unidades de tratamento intensivo acabaram sendo instaladas dentro da estrutura já existente — havendo necessidade, os equipamentos podem ser utilizados no hospital de campanha.
— Houve a necessidade de readequar o espaço interno para também melhorar o funcionamento do local — complementou o diretor.
A criação do hospital partiu de uma operação conjunta entre prefeitura, governo do Estado e Exército, após um pedido informal feito pelo governador Eduardo Leite ao Comando Militar do Sul e de uma solicitação oficial realizada no último dia 10.
GAÚCHAZH/montedo.com

Skip to content