Escolha uma Página

A cidade de Barra do Garças está no limite da pandemia com os hospitais cheios, prefeito e secretário de saúde pediram literalmente socorro ao Exército e hospital de campanha será montado em 48 horas

A situação está cada vez mais preocupante em Barra do Garças, no Mato Gross. A cidade está no limite da pandemia de Covid com os hospitais Pronto Socorro e MedBarra lotados, a prefeitura não teve outra alternativa a não ser procurar o Exército Brasileiro para montar um hospital de campanha urgentemente.
Na manhã de sábado (6/3), o prefeito Adilson Gonçalves acompanhado do secretário de Saúde Adilson Tavares estiveram no 58º Bimtz de Aragarças-GO onde foram pedir apoio. Eles foram recepcionados pelo tenente-coronel Rogério Gomes Marques que rapidamente conseguiu autorização da 13ª Brigada e Barra do Garças está se tornando a primeira cidade de Mato Grosso a montar um hospital de campanha através do Exército Brasileiro.
Os soldados do Exército estão desde a tarde de sábado montando as tendas no estacionamento da UPA para instalação do hospital de campanha. O comandante do Exército pediu um prazo de 48 horas para entregar a estrutura ao município e a prefeitura vai agora em busca do apoio do governo estadual e federal para conseguir profissionais, equipamentos e médicos.
A situação é emergencial porque os leitos estão todos ocupados tanto no particular como também no público explica o secretário Adilson Tavares. “Nós temos 27 leitos no público para atender a comunidade. Tivemos que improvisar mais seis leitos e dos 33, temos apenas dois desocupados. As UTIs do público e privado estão lotadas, por isso que fomos ao Exército pedir socorro”, destacou.
A UTI do MedBarra está com os dez leitos ocupados e três improvisados também cheios. Já a UTI do Pronto Socorro são nove leitos, dois estão quebrados e sete ocupados.
“O Exército está trabalhando muito rápido e a estrutura deve ficar pronta antes mesmo das 48 horas que o comandante pediu”, destacou Adilson. Segundo o secretário, agora o prefeito Adilson Gonçalves está mantendo contatos com o governador Mauro Mendes e o governo federal para conseguir a outra parte da engrenagem que são equipamentos, medicamentos e mais profissionais.
Barra do Garças está com 162 óbitos e 4.967 casos desde que começou a pandemia e com 270 casos ativos e o número de internados que era de 40 na sexta-feira já passou de 50 pacientes neste sábado. Infelizmente a situação deve piorar porque mais casos estão surgindo.
A Secretaria de Saúde pede para as pessoas se cuidarem evitando o contato físico e principalmente aglomerações.
Araguaia Notícia/montedo.com

Skip to content