Escolha uma Página

Byun Hui-su, que havia feito a cirurgia de mudança de sexo, foi encontrada morta na última quarta-feira (3)

Da Reuters, com Gawon Bae, CNN
A primeira militar autodeclarada transgênero da Coreia do Sul — que foi dispensada do exército no ano passado por ter feito uma cirurgia de mudança de sexo — foi encontrada morta em sua casa, na quarta-feira (3), disseram as autoridades.
Byun Hui-su, de 23 anos, era sargento antes de ser dispensada por conta da cirurgia feita na Tailândia durante uma licença. Ela foi encontrada por oficiais de emergência em sua casa, na cidade de Cheongju, ao sul de Seul.
As autoridades locais não emitiram declarações sobre a morte da ex-militar.
Um centro de aconselhamento local, no qual Byun foi registrada, informou às autoridades de emergência que não conseguia contato com ela desde 28 de fevereiro, disse o corpo de bombeiros local.
A polícia de Cheongju confirmou que o cadáver encontrado na casa de Byun, na quarta-feira, era da militar reformada. As autoridades disseram que a aparência do corpo indicava que a morte havia ocorrido há alguns dias.
Byun, que queria continuar servindo no exército no corpo feminino, estava processando a instituição por conta da sua demissão e tinha uma audiência prevista para abril, de acordo com uma porta-voz do grupo de defesa militar do Centro Militar para os Direitos Humanos da Coreia do Sul, que trabalhou com Byun.
CNN Brasil/montedo.com

Skip to content