Escolha uma Página

Em discurso na abertura de um seminário com os comandos das Forças Armadas, o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, disse há pouco que o Brasil é um país pacífico.
“Nós somos um país pacífico, em busca da paz sempre.”
Ele ponderou que “não existe país pacífico sem ser forte”, mas acrescentou que o Brasil tem como princípio a “não intervenção”.
Azevedo e Silva também afirmou que Exército, Marinha e Aeronáutica estão inseridos na “democracia plena”.
Nesta semana, Jair Bolsonaro disse, em cerimônia no Palácio do Planalto, ao comentar críticas de Joe Biden sobre a Amazônia, que “quando acabar a saliva acabar, tem que usar a pólvora”. Hamilton Mourão afirmou, no dia seguinte, que havia sido uma “figura de retórica” do presidente.
Hoje mais cedo, Mourão, ao contrário de Bolsonaro, disse que reconhece a vitória de Biden nos Estados Unidos, embora não responda pelo governo.
O Antagonista/montedo.com

Skip to content