Escolha uma Página

Jovens apresentaram quadro de rabdomiólise durante uma prova do Curso de Infantaria. Eles foram levados para unidades médicas locais e seguem estáveis.

G1 Sul do Rio e Costa Verde
Três cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, no Sul do Rio de Janeiro, precisaram ser internados na última quarta-feira (28) depois de apresentarem um quadro de rabdomiólise — uma degradação do tecido muscular.
Segundo a Aman, os alunos do terceiro ano do Curso de Infantaria estavam realizando uma atividade durante a chamada Prova Aspirante Mega, quando passaram mal.
A atividade faz parte de um dos exercícios de Desenvolvimento da Liderança da Aman. Os cadetes do curso tem a oportunidade de testar e desenvolver, sob condições adversas, as suas capacidades de liderança e trabalho em equipe. As atividades chegam a durar 60 horas ininterruptas.
Os três cadetes foram atendidos e levados para unidades de saúde locais, fora da academia. O estado de saúde dos jovens é estável, com sinais de melhora nos resultados dos exames.
Em nota, a Aman esclareceu ainda que as atividades de campo e os demais exercícios são sempre realizados após um rigoroso protocolo de acompanhamento da situação de saúde dos participantes.

Sobre a rabdomiólise
A Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte define a rabdomiólise como uma síndrome causada por complicações clínicas decorrentes do excesso de atividade muscular em condições adversas, resultando na degradação do tecido muscular que libera uma proteína prejudicial no sangue.
A proteína mioglobina pode danificar os rins. Os sintomas incluem urina avermelhada e escura, diminuição da quantidade de urina, fraqueza e dores musculares.
O tratamento precoce com reposição intensa de fluidos reduz o risco de danos ao órgão.

Veja nota da Aman na íntegra:
A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) informa que no último dia 28 de outubro, durante a execução de uma atividade curricular do curso de Infantaria que visa o desenvolvimento da liderança, denominada “Prova Aspirante MEGA”, 3 (três) cadetes do 3° Ano apresentaram um quadro de Rabdomiólise.
Logo, foram atendidos dentro dos protocolos de saúde vigentes e encaminhados às unidades de saúde locais.
A AMAN também comunica que os cadetes apresentam um quadro clínico estável e com melhoras nos resultados dos exames laboratoriais.
As atividades de campo e os demais exercícios são sempre realizados após um rigoroso protocolo de acompanhamento da situação de saúde de cada participante e conta com o apoio de equipes de saúde.
Ainda sobre o acompanhamento da saúde de todos os cadetes participantes, diariamente são realizados 3(três) exames para verificação do grau de hidratação. Isso é feito por meio do exame de densidade urinária medida pelo refratômetro.
Os cadetes que apresentam alterações são encaminhados à equipe médica. Por último, a AMAN comunica que a execução do exercício foi suspensa e segue à disposição para demais esclarecimentos.
G1/montedo.com

Skip to content