Escolha uma Página

Os militares ficaram na água por cerca de quatro horas, até serem encontrados pelos turistas, o que ocorreu por volta das 12h.

G1 MS e TV Morena
Corumbá(MS) – Seis militares do Exército foram resgatados por turistas depois que a embarcação em que eles estavam naufragou na manhã deste domingo (6). Em nota, a assessoria de imprensa da 18ª Brigada de Fronteira, em Corumbá, informou que os miltiares estavam em missão quando a embarcação virou por causa das ondas fortes na região da Baia Gaíva, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, por volta das 8h.
Os militares ficaram na água por cerca de quatro horas, até serem encontrados pelos turistas, o que ocorreu por volta das 12h.
Um desses turistas, o advogado Marco Aurélio de Oliveira Rocha, contou que ele e amigos estavam no local pescando quando viram objetos na água. Depois viram três militares boiando, todos com coletes. Um deles apresentava sinais de hipotermia, com movimentos restritos.
Ele explicou que dois barcos de turismo com pescadores ajudaram no resgate. Todos os pescadores foram para um mesmo barco, que foi levado pelo guia de volta ao barco hotel.
Enquanto isso, no outro barco outro guia ficou com os três militares resgatados e foi em busca dos outros três que ainda estavam na água.
Todos os militares foram encontrados e levados para 18ª Brigada de Fronteira.
Segundo a unidade, todos os militares estão bem. No dia do naufrágio estavam com principio de hipotermia por ter ficado muito tempo na água, mas já estão recuperados.

Confira a nota do Exército:

Informo que durante Missão do plano de emprego do Pelotão Especial de Fronteira de Porto Índio PEF PI, de Reconhecimento da Fazenda Gaiva e Fazenda Acorizal e acesso a Serra do amolar, a embarcação Baia Vermelha 115HP virou devido as ondas na Baia Gaiva naufragou , próximo ao Marco Norte de Gaiva, por volta das 0810h. Ela ficou com seu bico aflorado e todo o material estava ancorado. Não houve ferimentos aos integrantes.
Após tentativas de contato rádio sem sucesso pelo PEF, outro Grupo de Combate iniciou o deslocamento para um possível resgate, às 12h. Em seguida, uma embarcação de turismo Lord, apareceu para ajudar no resgate de 3 militares e chegaram ao Pelotão Especial de Fronteira. O 2 Grupo de Combate continuou o deslocamento até o ponto informado para rebocar a embarcação acidentada e resgatar os outros 3 militares do 1*Grupo de Combate.
Às 14h, material e pessoal chegaram ao Pelotão Especial de Fronteira de Porto Índio. E foi resgatado a embarcação e o material, que estava ancorado mais próximo ao motor.
Os militares estão bem, no dia na naufrágio estavam com principio de hipotermia por ter ficado muito tempo na agua, mas agora todos estão bem.

G1/montedo.com

Skip to content