Escolha uma Página

Uma sargento do Exército foi morta durante um assalto ocorrida na noite deste domingo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O Cruze prata em que Bruna Carla Borralho Cavalcanti de Araújo, de 27 anos, seguia com parentes enguiçou na Avenida Presidente Kennedy. O marido dela, Angelo Henrique de Araújo, desceu pra fazer o conserto.
Logo depois, ele ouviu gritos de Bruna Carla, dizendo que estava acontecendo um assalto. Em seguida, foram feitos dois disparos na direção da militar. A irmã dela e os sobrinhos foram retirados do carro, que foi levado pelos bandidos.
Bruna – que era lotada na 21ª Brigada de Infantaria Paraquedista – foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pilar, mas não resistiu aos ferimentos. Equipes do 15º BPM (Duque de Caxias) foram acionadas. Não há informações de suspeitos presos.
Em nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Bruna. De acordo com o informe “equipes da unidade realizam diligências para esclarecer o caso”.

Bruna era sargento do Exército Foto: Facebook / Reprodução

‘Volta, mana’
A irmã de Carla Bruna, Bárbara, fez uma postou uma despedida emocionada no Facebook:
“Tanta gente ruim nesse mundo, e infelizmente a minha baixinha foi levada injustamente. Deus como tá doendo. Nunca mais ter as risadas gostosas dela e ver o seu charme de desfilar toda linda por onde passava. Parece um pesadelo sem fim. Volta mana”.
Em nota, a Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML) informou que a Polícia Civil instaurou inquérito para apuração dos fatos e o CML está prestando todo suporte à família, além das medidas administrativas cabíveis para elucidação dos fatos.
Com a morte da militar do EB SGT Borralho, chega a 43 o número de Agentes de Segurança Pública assassinados no Rio de Janeiro em 2020, sendo 31 da Policia Militar, 01 da Policia Federal, 03 do Corpo de Bombeiros, 03 da Policia Civil, 02 da Marinha do Brasil, e 02 Policial Penal da SEAP, 01 do Exército Brasileiro (EB).

Disque-Denúncia
O Portal dos Procurados divulgou nesta segunda o cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense – DHBF – com informações que possam identificar e localizar os envolvidos no crime.
Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177 , ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia e também pelos aplicativos: https://twitter.com/PProcurados, e https://www.instagram.com/portal.dos.procurados, e em todos os casos O anonimato é garantido.
Todas as informações pertinentes sobre o caso serão encaminhadas para DHBF.
EXTRA/montedo.com

Skip to content