Escolha uma Página

Aluno do Colégio Militar é segunda vítima fatal de acidente em Eldorado do Sul; pai morreu na quarta
Estudante de Porto Alegre, Felipe Piano Kvitko tinha 15 anos e estava no Cobalt atingido por dois ônibus. Ele não resistiu aos ferimentos

Filho de Davis Kvitko, tenente-coronel do Exército morto em um acidente na BR-290, em Eldorado do Sul, Felipe Piano Kvitko morreu na madrugada desta sexta-feira (31), aos 15 anos. Ele estava no carro conduzido pelo pai, um Cobalt que foi atingido por dois ônibus na noite de quarta-feira (29), e ficou internado no Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Porto Alegre, mas não resistiu.
A morte de Felipe foi confirmada pela seção de Comunicação Social do Comando Militar do Sul, do qual o pai fazia parte desde 2018. A família morava em Porto Alegre e o adolescente era estudante do Colégio Militar.
No acidente, o Cobalt tentou cruzar a rodovia, próximo ao acesso a Charqueadas, quando um ônibus bateu contra o carro. Em seguida, outro ônibus se envolveu na colisão. Davis morreu na hora, aos 43 anos. A esposa dele e mãe de Felipe, Marisa Piano, está internada em estado estável no Hospital Militar de Área de Porto Alegre, mas sedada. Felipe foi encaminhado ao HPS junto da namorada, que segue em estado grave, mas estável. Além da mãe e da namorada, o jovem deixa uma irmã mais velha, de 17 anos.
O sepultamento de Davis Kvitko foi realizado nesta sexta, às 10h, no Cemitério Jardim da Paz, na Capital, onde foi velado com honrarias militares. O sepultamento de Felipe foi no mesmo local às 17h30min desta sexta.
GAÚCHAZH/montedo.com

Skip to content