Escolha uma Página

Barbacena (MG) – Neste domingo, o BarbacenaMais questionou a FAB com relação ao número real de infectados e ao que estaria sendo feito para testagem dos militares e civis que trabalham na EPCAR, já que a Diretoria de Saúde da Aeronáutica procedeu à testagem apenas dos 507 alunos do Curso Preparatório de Cadetes do Ar.
Em resposta ao Barbacena Mais, a FAB respondeu que “Em atualização dos registros dos exames divulgados neste fim de semana, verificou-se que 105 Alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) tiveram a indicação de anticorpos da classe IgG em seus testes, o que significa que possuem o marcador imunológico para COVID-19, ou seja, decorreu algum tempo desde a contaminação.
Os 90 alunos que testaram positivo – com doença ativa – foram direcionados ao isolamento social e receberam o tratamento preconizado pelas autoridades de saúde. Com a exceção de 7 (sete) alunos, 83 não apresentam qualquer sintoma da doença, sendo que um deles já se encontra curado. E os sete casos sintomáticos apresentaram todos sintomas leves. Nenhum requereu hospitalização”.
A quantidade de alunos que apresentaram o resultado positivo para COVID-19 se deve ao programa de testagem em massa realizado pela EPCAR, que incluiu todos os 507 Alunos da instituição, os quais estavam na maioria assintomáticos. O objetivo foi garantir a liberação segura dos estudantes, de forma que eles e seus familiares possam tomar as medidas necessárias, conforme as orientações das autoridades de saúde.
Ao questionarmos sobre a testagem em militares e civis do quadro da EPCAR, a FAB respondeu que “Neste momento, apenas os Alunos passaram pela testagem em massa, os demais integrantes passarão por testes de acordo com o protocolo preconizado pelo Ministério da Saúde. Os exames realizados nos Alunos foram testes rápidos fornecidos pela Diretoria de Saúde da Aeronáutica e utilizam o Método Imunocromatografia, protocolado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O teste é um imunoensaio cromatográfico rápido para a detecção qualitativa dos anticorpos IgG e IgM para COVID-19 em sangue total, soro ou plasma como auxílio ao diagnóstico de infecções primárias e secundárias pelo novo Coronavírus.”
Segundo a Fab, todos os integrantes da EPCAR que tiveram contato com os alunos cumprem isolamento social domiciliar desde o último sábado (23).
A Força Aérea Brasileira, através de seu Centro de Comunicação, finaliza a nota enviada ao BarbacenaMais afirmando que “Desde que o Ministério da Saúde reportou os primeiros casos do novo coronavírus no Brasil, a EPCAR tem empenhado esforços para garantir a saúde e proteção dos seus alunos, readequando as atividades escolares e implementando procedimentos de prevenção alinhados aos protocolos do Ministério da Saúde e conforme as determinações do Ministério da Defesa.”
BARBACENA+/montedo.com

Skip to content