Escolha uma Página

Claudio Dantas
Na reunião ministerial do dia 22, Jair Bolsonaro disse também que não aceitaria ser alvo de “impeachment” por causa da divulgação de uma “porcaria de exame” de Covid-19.
E ressaltou que ele é quem “comanda as Forças Armadas” e as usaria se preciso “para evitar um golpe”.
O Antagonista/montedo.com

Skip to content