Escolha uma Página

O Ministério da Defesa emitiu nesta terça-feira (28) uma orientação para a contratação de militares inativos das Forças Armadas para o desempenho de atividades temporárias no INSS.
O documento prevê a contratação de até 7.400 praças e 330 oficiais inativos, limitados à graduação de segundo-sargento e ao posto de capitão. O objetivo é eliminar o represamento de requerimentos de benefícios administrados pela Previdência. As vagas oferecidas para os militares inativos também estão disponíveis para servidores aposentados do INSS.
O processo seletivo será realizado pelo INSS, e o edital estará disponível a partir de 30 de abril, no endereço https://www.inss.gov.br/, com as seguintes condições:
– Período de inscrição: de 04 a 10 de maio de 2020;
– Período do contrato, doze meses, a partir da data do início das atividades;
– Vagas para praças, limitadas à graduação de segundo sargento: até 7.400 praças, para desenvolverem atividades nas agências do INSS, em todo o país;
– vagas para oficiais, limitadas ao posto de capitão: até 330 oficiais, para desenvolverem atividades nas instalações do INSS em Brasília-DF; e
– as datas de homologação do resultado final da seleção dos voluntário, de assinatura do termo de adesão ao contrato e de início das atividades serão oportunamente definidas, em função das restrições impostas pela pandemia do Covid-19.

Leia a portaria do Ministério da Economia
PORT_10.736_27abr20_PTTC_INSS

Leia o documento do Ministério da Defesa
Ofício Circular n° 608-DIPMIL-DEPES-SEPESD-SG-MD

Skip to content