Escolha uma Página

Carga com 925 cestas básicas será distribuída em 22 municípios gaúchos

TIAGO BITENCOURT
O Exército, em auxílio ao governo do Rio Grande do Sul, transportou 24,1 toneladas de alimentos para a região central do Estado na manhã desta quarta-feira (15). Dois caminhões, com capacidade de 13 toneladas cada, foram carregados com 925 cestas básicas e levados para Santa Maria.
Por volta das 8h30min, os veículos começaram a ingressar no Centro Administrativo Fernando Ferrari, na Avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre. Junto à central de doações da Defesa Civil, 27 militares usando máscaras iniciaram a retirada das cestas básicas de dentro de uma sala e as colocaram nos caminhões. Agentes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil também auxiliaram no transporte.
Cerca de uma hora depois, os dois caminhões carregados de alimentos começaram o deslocamento: acessaram a BR-448 e a BR-386 até Nova Santa Rita, onde será feito o almoço. A partir das 13h, recomeça a viagem para Santa Maria.
Outro caminhão do Exército, levando militares, e três viaturas menores se juntam ao comboio. O deslocamento terá escolta de batedores da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
A previsão é que a carga chegue ao 4º Batalhão de Bombeiros de Santa Maria no final do dia. O local é utilizado costumeiramente para armazenamento e organização da distribuição.
Os alimentos não-perecíveis serão distribuídos para famílias de 22 cidades da região que estão passando por dificuldade em decorrência do coronavírus. Conforme a Defesa Civil estadual, essa ação é uma continuidade do que já vem sendo desde a semana passada.
Na última quarta-feira (8), foram distribuídos 550 caixas d’água, com capacidade de 500 litros cada, a municípios atingidos pela estiagem. A ação também contou com o auxílio do Exército.
Além disso, 23 toneladas de alimentos já foram distribuídos para cidades como Passo Fundo, Pelotas, Bagé e Uruguaiana. Outras 17 toneladas devem ser levadas para Lajeado e outra tonelada e meia para a Região Metropolitana até o final desta semana.
No total, 60 municípios serão atendidos em todo o Estado.
— Três situações se sobrepuseram: coronavírus, estiagem e a chegada do inverno. Estamos trabalhando em tempo integral. Não conseguimos parar para fazer uma avaliação — diz o subchefe da Defesa Civil do Estado, coronel Rodrigo Dutra.
Ele ressalta que as ações do Estado são complementares ao que já vem sendo feito pelos municípios. A grande maioria dos alimentos entregues foram adquiridos pelo governo estadual, mas há doações sendo recebidas e encaminhadas.
GAÚCHAZH/montedo.com

Skip to content