Escolha uma Página

Posto é um dos mais importantes do Conselho Nacional do Ministério Público

Guilherme Amado
Augusto Aras exonerou um procurador regional do MPF do cargo de secretário-geral do Conselho Nacional do Ministério Público, um dos mais importantes do conselho, e colocou em seu lugar um procurador da Justiça Militar.
Saiu Maurício Rodrigues e entrou Jaime de Cássio Miranda, que foi chefe do Ministério Público Militar e se movimentou para tentar ser PGR — com a simpatia de Jair Bolsonaro.
No Ministério Público Federal, o gesto foi interpretado como mais um agrado de Aras a Bolsonaro.
ÉPOCA/montedo.com

Skip to content