Escolha uma Página

O general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército, disse nas redes sociais que “visões e ações extremadas poderão acarretar um preço elevado a ser pago pelos desassistidos e os que vivem na informalidade”.
Segundo ele, “muitos dos protagonistas não entenderam que uma crise exige sinergia, integração de esforços e compatibilização de visões de curto e longo prazo”.
Villas Bôas defendeu Jair Bolsonaro e afirmou que “a virtude está no centro”. “É necessária uma visão que tenha em foco a compatibilização de todas as abordagens. As técnicas e as sociais. Pode-se discordar do presidente, mas sua postura revela coragem e perseverança nas próprias convicções.”
O Antagonista/montedo.com

Skip to content