Escolha uma Página

Eduardo Barbosa morreu no dia 30 de janeiro

Maurício Bastos
O Comando Militar do Leste investiga a morte de um sargento, no dia 30 de janeiro, dentro do Hospital Central do Exército, em Benfica, na Zona Norte do Rio.
Eduardo Barbosa Torres da Costa, de 23 anos, foi internado no dia 4 de janeiro. A causa da morte, segundo o Exército, foi suicídio. No entanto, o diagnóstico levantou suspeitas da família.
Eduardo tinha histórico de depressão. Depois de presenciar a morte de um colega em um curso de paraquedismo, o sargento passou a ter dúvidas sobre a escolha da carreira, por acreditar que o Exército não deu o devido cuidado ao companheiro de turma.
Depois do ocorrido, Eduardo trancou o curso e voltou para Joinville, em Santa Catarina, cidade onde era lotado. Longe da família, a depressão aumentou. Especialmente depois que os militares do quartel onde servia descobriram o motivo de sua volta
Um laudo médico recomendou que Eduardo se afastasse das atividades militares.
Perto dos pais, em Juiz de Fora, Minas Gerais, ele parecia mais tranquilo. Só que após um surto ele foi preso e entregue à Polícia do Exército.
Transferido para o Hospital Central do Exército, no Rio, Eduardo morreu no último dia 30. A causa informada foi suicídio, mas a mãe desconfia da versão dos militares, em razão de sinais de tortura encontrados pelo corpo.
Por meio de nota, o Comando Militar do Leste informou que abriu um inquérito policial militar e diz estar prestando assistência à família.
BAND News/montedo.com

Skip to content